Marconi questiona resultado da pesquisa Ibope em áudio

Ex-governador chega a considerar possibilidade de compra por parte da oposição

Divulgação

Após a divulgação da pesquisa Ibope, na noite da última sexta-feira (21/9), o ex-governador do Estado de Goiás, Marconi Perillo, lamentou as estatísticas e chegou a considerar a possibilidade de compra por parte da oposição. Em áudio compartilhado com lideranças do PSDB, o candidato ao Senado Federal ressaltou que na última quarta-feira (19), o candidato à reeleição José Eliton (PSDB) recebeu uma estimativa, desenvolvida pelo mesmo Instituto, onde o tucano pontuava 18% das intenções, contra 40% de Ronaldo Caiado.

Para o Senado, afirmou que a pesquisa apontava 37% para ele, e 32% para a reeleição de Lúcia Vânia, do PSB. “É um absurdo e uma vergonha que o Ibope continue vendendo pesquisa no estado de Goiás. (…) Eles devem ter negociado um valor altíssimo para que pudessem mudar o resultado e colocar essa pesquisa extremamente esdrúxula e mentirosa”, diz Marconi, em áudio.

O candidato lembrou ainda que o mesmo cenário aconteceu no ano de 1998, quando disputou a governadoria do Estado contra o emedebista, Iris Rezende. “No dia da eleição, no Jornal Hoje, eles publicaram uma pesquisa onde o Iris tinha 25% na minha frente, dizendo que a eleição em Goiás já estaria liquidada e que ele seria o governador. Quando abriram as urnas eu ganhei do Iris Rezende.”  O ex-governador reforçou que “a sacanagem” se repetiu nos anos de 2002, 2006 e 2010.

Marconi finaliza o áudio pedindo o apoio de prefeitos, amigos e companheiros para continuarem firmes na eleição do candidato a governador, José Eliton, e para senadores, citando seu nome e de Lúcia Vânia.

Pesquisa Ibope

No levantamento divulgado ontem, o senador Ronaldo Caiado (DEM) aparece com 14 pontos à frente de todos os governadoriáveis. Os números são os seguintes: Caiado (DEM) tem 47%,  Zé Eliton (PSDB) com 13%, em terceiro Daniel Vilela (MDB), com 12% e, depois, Kátia Maria (PT), com 5%. Alda Lúcia (PCO), Marcelo Lira (PCB) e Weslei Garcia, aparecem com 1% cada. Brancos e nulos somam 13% e não sabem, representa 8%.

Este foi o segundo levantamento do Ibope realizado depois da oficialização das candidaturas na Justiça Eleitoral. Ao todo foram entrevistados 812 eleitores entre 18 e 20 de setembro e a margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. Segundo o Instituto, o nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no TRE-GO sob o número 09015/2018 e no TSE sob o número 09138/2018.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.