Marconi Perillo: “Vamos transformar Goiás no Estado mais moderno e competitivo do País”

Em anúncio do programa, governador Marconi Perillo (PSDB) pontuou que a grande novidade são os parceiros e que foco é aumentar a competitividade do Estado

Governador ressalta que ousadia é essencial para inovação no Estado | Foto: Leoiran

Governador ressalta que ousadia é essencial para inovação no Estado | Foto: Leoiran

Durante lançamento do Inova Goiás — programa de inovação do Governo de Goiás que investirá R$ 1,5 bi em tecnologia —, na manhã desta quarta-feira (2/9), o governador Marconi Perillo (PSDB) ressaltou em discurso a importância das parcerias para o desenvolvimento tecnológico e inovação no Estado. “Vamos transformar Goiás cada vez mais em um dos melhores Estados para se viver; no Estado mais moderno e competitivo do País.”

Marconi exaltou ainda a ousadia da gestão. Conforme o governador, não será possível elevar o Estado em um patamar de competitividade, produtividade, inovação e escolaridade se as pessoas à frente dos projetos não forem ousadas.

De acordo com o tucano chefe, o programa irá aumentar a competitividade do Estado por meio da inovação e tecnologia. Marconi frisa que a Região Central é a que responde com mais rapidez aos estímulos, quando apresenta recorde de exportação, PIB e empregos — mas comenta que estava preocupado no que se refere aos investidores, às fontes.

Entretanto, a gestão estadual tem à frente, conforme governador, diversas possibilidades para buscar recursos, e o irá fazer no Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste, junto ao governo federal — que Marconi voltou a frisar que é um grande parceiro –, junto ao Sebrae, e também junto ao setor privado. “Vamos colocar nossa criatividade para funcionar para que esses recursos possam chegar aos seus objetivos”, assegurou.

Estímulo às empresas goianas

Secretária Ana Carla Abrão, secretário Thiago Peixoto, governador Marconi Perillo e vice-governador José Eliton (PP) | Foto: Leoiran

Secretária da Fazenda, Ana Carla Abrão, secretário de Planejamento, Thiago Peixoto, governador Marconi Perillo, presidente da Assembleia Legislativa, Helio de Sousa, e vice-governador José Eliton (PP) | Foto: Leoiran

Durante o discurso, Marconi ainda pontuou que não basta ter novas tecnologias disponíveis se não propiciar que cheguem ao mercado. Desta forma, o Estado está criando uma série de mecanismos para facilitar a adoção dessas tecnologias por parte das empresas goianas.

“Outros parceiros indispensáveis para que esse programa dê certo e seja um dos programas inovadores mais sagaz do País é o fórum empresarial, as federações e do setor produtivo”, disse.

O governador frisou que o programa irá dar suporte para novos parques tecnológicos — como o que já existe na Universidade Federal de Goiás (UFG) –, além de dar ênfase às incubadoras e aceleradoras de pequenos negócios.

“O programa vai suporte aos arranjos produtivos locais, o que é essencial, já que por toda parte de goiás que temos arranjo produtivo local, e isso significa aumento de renda, mais empregos e mais desenvolvimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.