Marconi: “OSs na Educação vão vencer a resistência ideológica”

Durante solenidade, governador reiterou o salto de qualidade que as escolas poderão ganhar a partir da implantação do modelo de gestão compartilhada

Governador participou, nesta terça-feira (22), da posse dos novos membros do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente | Foto: Reprodução/Facebook

Governador participou, nesta terça-feira (22), da posse dos novos membros do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente | Foto: Reprodução/Facebook

O governador Marconi Perillo (PSDB) voltou a defender, nesta terça-feira (22/12), a implantação das Organizações Sociais (OSs) na Educação estadual. Durante a posse dos novos membros do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, o tucano afirmou que a gestão compartilhada irá, a exemplo do que ocorreu na área da Saúde, “vencer a resistência ideológica”.

“Vamos promover um novo salto na Educação. Nossa meta é a qualidade, que o filho de pobre possa estudar em escola de rico, sem precisar pagar nada”, afirmou Marconi, emendando que o novo modelo é uma “experiência” e não necessariamente será implantado em toda a rede goiana de ensino.

A reiterada posição do tucano é uma resposta às manifestações contrárias à implantação das OSs na Educação. Em Goiás, mais de 20 escolas já foram ocupadas por estudantes que são contra o novo modelo.

OSs no Socioeducativo

Na ocasião, o governador também anunciou investimentos na ordem de R$ 27 milhões para o setor socioeducativo, que cuida da reintegração de menores infratores à sociedade. Reiterou, ainda, a implantação das OSs também neste setor.

Sobre isso, a secretária da Mulher, Desenvolvimento Social, Igualdade Racial, Desenvolvimento Humano e Trabalho, Leda Borges, que também participou da solenidade de posse, adiantou que o governo de Goiás já publicou o edital de qualificação das OSs para o setor socioeducativo.

Deixe um comentário

wpDiscuz