Marconi: “Iris pode convocar meus secretários para debater os assuntos de Goiânia”

Governador ressaltou importância de estabelecer relações convergentes, maduras, inteligentes, para contribuir com o futuro de Goiânia

Governador e prefeito de Goiânia em coletiva após audiência | Foto: Reprodução

Em audiência realizada na manhã desta sexta-feira (20/1), o governador Marconi Perillo (PSDB) e o prefeito Iris Rezende (PMDB) conversaram sobre prioridades administrativas e o encaminhamento de algumas ações e parcerias em prol da capital. O governador disse que o governo estadual vai colaborar com Iris em tudo aquilo que ele precisar.

“O senhor tem autorização minha para convocar os meus secretários, para debater e dialogar sobre os mais importantes assuntos relativos à nossa Capital e aos nossos cidadãos”, afirmou Marconi. Segundo ele, a recepção a Iris não poderia ser diferente, pela história política que o peemedebista representa.

Para receber o prefeito, no 10º andar do Palácio Pedro Ludovico Teixeira, o governador convocou todo o secretariado. Iris estava acompanhado de seu chefe de gabinete, Paulo Ortegal. Este foi o primeiro encontro entre os dois chefes de governo depois dos resultados das últimas eleições municipais.

O prefeito levou dois pedidos ao governador e foi prontamente atendido: disponibilização, por parte do Estado, dos programas do Sistema Eletrônico de Protocolo (Sepnet) e do Modelo de Gestão do Plano Plurianual e Execução Orçamentária e Financeira (Siofnet), desenvolvidos pela Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan).

O governador colocou também à disposição de Iris toda a equipe estadual da área de Meio Ambiente e Cidades para discussão do novo Plano Metropolitano, além de todas as informações a respeito de projetos de saneamento básico em Goiânia. “Compreendemos pela experiência que temos, pelo nível de maturidade que temos, a importância de estabelecermos relações convergentes, maduras, inteligentes, que possam efetivamente contribuir com o futuro da cidade”, reiterou.

Logo após a reunião, o governador afirmou, em entrevista coletiva, que Iris Rezende é um “prefeito diferenciado, não é qualquer pessoa”, referindo-se à experiência administrativa de quem foi prefeito de Goiânia, agora já no quarto mandato, deputado estadual mais votado, presidente da Assembleia Legislativa,  governador de Estado por duas vezes, senador da República, ministro de Estado, “um líder muito importante na história de Goiás e do Brasil”. Explicou que a convocação de todo o secretariado foi uma demonstração de “respeito pessoal” à figura da Iris.

Sobre o debate envolvendo a prorrogação do contrato de concessão do Município Goiânia com a Saneago, o governador disse que esse assunto será discutido entre ele e Iris “tecnicamente”, no mais alto nível.

Segundo o governador, não há porque fugir a esse debate, mesmo porque a Saneago realizou obras muito importantes em Goiânia nos últimos anos. Só na região Noroeste foram construídos, de acordo com ele, 600 quilômetros de rede de esgoto e a capital será servida agora com o abastecimento de água do Sistema Produtor Mauro Borges, da Barragem do João Leite. “Não haverá nenhum obstáculo maior na relação minha com o prefeito Iris”, arrematou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.