Marconi: expansão da John Deere em Goiás mostra que confiança voltou à economia

Catalão adquiriu a possibilidade de exportar para outros mercados, o que antes não acontecia”, diz CEO da John Deere, Samuel R Allen

Inauguração da Ampliação da John Deere | Foto: Eduardo Ferreira

Na inauguração da expansão da fábrica da John Deere, em Catalão, o governador Marconi Perillo (PSDB) esteve o tempo todo acompanhado pelo prefeito Adib Elias (PMDB). Ambos assistiram à apresentação da história da multinacional, que produz veículos e chegou a Goiás em 1999.

Marconi comemorou a ampliação da fábrica e o consequente aumento da capacidade de produção. “Esse investimento da John Deere é uma aposta no Brasil. Demonstração inequívoca que a confiança voltou em nosso País”, afirmou ao comentar os R$ 100 milhões investidos pela empresa na ampliação da unidade, que agora tem capacidade para fabricar 3 mil máquinas por ano – ante aos 2,4 mil veículos que poderiam ser produzidos anualmente, antes dos investimentos.

O CEO da John Deere, Samuel R Allen veio dos EUA participar do evento e disse que estavam comemorando a expansão “porque daqui sairão máquinas para alimentar a população do mundo”. Em inglês, com tradução simultânea do presidente da empresa no Brasil, Paulo Herrmann, sentenciou:  “Catalão adquiriu a possibilidade de exportar para outros mercados, o que antes não acontecia”. Ele convidou o governador Marconi para visitá-lo na próxima missão comercial que programar aos EUA.

Marconi agradeceu e aceitou ao convite. Disse que os novos investimentos e a presença da empresa no País – está instalada em outras quatro cidades – são dignos de comemoração. “O Brasil comemora não apenas a presença da John Deere em solo goiano, mas comemora o fato de a empresa acreditar em nosso potencial”, ressaltou Marconi, que traçou uma perspectiva positiva da economia no Brasil, em especial em Goiás, onde foi registrado o segundo maior crescimento industrial do Brasil no mês de janeiro.

Ampliação

O gerente da John Deere em Catalão, Leo Marobin, explicou os detalhes da expansão da fábrica na cidade. De acordo com ele, a John Deere, passou de 30 mil m2 para 48 mil m2 de área construída.

A unidade goiana conta agora com novos sistemas de pintura, almoxarifado e novo prédio para engenharia experimental, local onde serão projetadas máquinas de acordo com a peculiaridade agrícola de cada país. (Com informações do Gabinete de Imprensa do Governador de Goiás)

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.