Marconi e ministro de Minas e Energia discutem futuro da Celg D

Com Eduardo Braga, governador avaliou as etapas já realizadas para a privatização da distribuidora e as perspectivas de mercado

Foto: Lailson Damásio

Encontro também contou com a participação dos secretários Vilmar Rocha, Ana Carla Abrão e do vice-presidente Elie Chidiac | Foto: Lailson Damásio

O governador Marconi Perillo (PSDB) se reuniu, no final da manhã desta quarta-feira (25/11), em Brasília, com o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, para discutir o processo de privatização da Celg D.

A conversa, que ocorreu no gabinete do ministro, teve a participação dos secretários Vilmar Rocha (Secima), Ana Carla Abrão (Fazenda)e e do vice-presidente da Celg D, Elie Chidiac. Segundo o governador, o encontro foi uma oportunidade para discutir as etapas já definidas, as perspectivas do mercado e os pretensos compradores. A expectativa é de que o leilão seja realizado no primeiro trimestre de 2016.

 

Na avaliação de Ana Carla, com o interesse já demonstrado por grandes grupos do setor, a empresa deverá ser bem vendida. Pela resolução de privatização, o valor mínimo da Celg D é de R$ 5,8 bilhões.

Outro indicativo positivo, ainda de acordo com a secretária, é a expansão econômica do Estado, sempre acima da média nacional. Ela ressaltou que uma venda como a da Celg deve ser analisada com a visão em longo prazo. E, nesse aspecto, segundo Ana Carla, o futuro de Goiás é auspicioso. “O potencial de Goiás é o grande diferencial para despertar o interesse dos investidores”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.