Marconi diz que sempre manteve contato com empresários para atrair investimentos para Goiás

Em entrevista à rádio, o governador do Estado disse que “não houve nenhuma irregularidade no que diz respeito às delatores da Odebrecht

O governador Marconi Perillo disse que “não houve nenhuma irregularidade” no que diz respeito às citações de delatores investigados pela Polícia Federal (PF) envolvendo o grupo Odebrecht. “Estou absolutamente tranquilo com todos os atos que pratiquei ao longo desses quatro mandatos, que revolucionaram o Estado de Goiás”, relatou em entrevista à rádio Terra FM nesta segunda-feira (29/5).

O governador pontuou que nos últimos 20 anos manteve contato com inúmeros empresários, “sempre buscando atrair investimentos para o Estado de Goiás”.

Questionado sobre sua posição em relação ao presidente Michel Temer permanecer no cargo, o governador lembrou que “o TSE vai decidir no dia 6 de junho” sobre o futuro da chapa Dilma/Temer, que é alvo de processo de investigação sobre caixa 2 na última eleição.

“Se o presidente não for cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no Congresso Nacional, eu acho difícil ele sofrer um processo de impeachment porque ele tem ampla maioria no Congresso”, completou Marconi.

Em reunião com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), ainda nesta segunda-feira, em Brasília, Marconi tratou, entre outros temas, do ressarcimento da Lei Kandir, “para que Goiás não seja prejudicado”.

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.