Marconi diz que meta é levar Banco do Povo aos 246 municípios goianos  

Governador apresentou o novo formado do programa, que ampliou para até 15 mil o limite de crédito, e passa a oferecer as modalidades Rural e Universitário

Divulgação

Um dos mais importantes programas sociais e de desenvolvimento econômico de Goiás, o Banco do Povo foi reformulado e modernizado para ampliar as linhas de crédito e reduzir o tempo para concessão de empréstimos. Na tarde desta quinta-feira (21/3), o governador Marconi Perillo (PSDB) apresentou o novo Banco do Povo, em evento no Palácio Pedro Ludovico Teixeira.

O Banco do Povo estendeu o limite máximo para concessão de empréstimo de 10 para 15 mil reais. O tempo para a tomada do empréstimo também foi reduzido, de 35 para 15 ou 10 dias. O programa passa a contar, ainda, com novas linhas de crédito, por meio das modalidades Rural e Universitário. O produtor rural, que já era contemplado com a concessão de empréstimo para produção de leite e derivados e hortaliças, também poderá contar com financiamento para a criação de peixes, bovinos, aves e suínos.

A modalidade Universitário vai atender tomadores recém-formados ou que tenham até três anos de formatura, que queiram adquirir equipamentos e matéria prima para abertura de consultórios, escritórios, academias, escolas, comércio e produção. O Banco do Povo também abriu recentemente linha de crédito para mototaxistas adquirirem motos novas e equipamentos. O valor mínimo para empréstimo pelo Banco do Povo é de R$ 500, e máximo de R$ 15 mil, com prazo de pagamento de até 36 meses.

Superintendente executivo do Banco do Povo, Danilo Viana Rabelo afirmou que o programa, criado em 1999, primeiro ano da gestão de Marconi Perillo, inicia uma etapa de evolução permanente. “O objetivo é que o Banco do Povo se torne cada vez mais parceiro do micro e pequeno empreendedor, facilitando a vida dessas pessoas e contribuindo para o desenvolvimento econômico de Goiás”, disse. Ele informou que o projeto de reformulação do programa foi iniciado em setembro de 2016. Uma das ações premeditadas foi a criação do Banco do Povo Itinerante.

Marconi ressaltou que o Banco do Povo está em 170 municípios, mas a meta é chegar aos 246 até o ano que vem. “Criamos o Banco do Povo em 1999, e em 2005 ele já estava em 243 cidades, mas o governo que me sucedeu deixou que o programa perdesse força. Hoje nossa meta é chegar aos 246 municípios até o próximo ano”, frisou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.