Marconi diz que, hoje, governo de Goiás gasta menos e investe melhor

Peessedebista afirmou que governo encarou a crise de frente, cortando gastos de manutenção da máquina

Marconi Perillo durante quadro Governador Responde | Foto: Wagnas Cabral

Marconi Perillo durante quadro Governador Responde |
Foto: Wagnas Cabral

Durante o Governador Responde da última quinta-feira (6/10),Marconi Perillo (PSDB) o tucano apresentou a política econômica adotada pelo governo do Estado aos seguidores das redes sociais. De acordo com ele, Goiás enfrentou a crise nacional sem cortar programas sociais e melhorando a vida das pessoas, com corte de despesas.

No bate papo com os internautas, o governador ressaltou que os ajustes foram feitos, mas não prejudicaram a qualidade dos serviços: os hospitais continuaram funcionando bem, com alto índice de aprovação, bem como todas as unidades da rede Vapt Vupt. “O governo hoje gasta menos e melhor”, avaliou.

Em números, Marconi explicou que se Goiás tem um Orçamento de 20, estão sendo gastos 3, sobrando 17. “Não significa que a gente tenha esse dinheiro. Mas estamos deixando de comprometer uma boa parte do orçamento, para que a gente possa conseguir o ajuste fiscal, superávit primário, principalmente o ajuste financeiro em meio a essa crise enorme”, declarou.

Ele disse ainda que o governo investiu, num ano de crise, mais de R$ 3 bilhões em Segurança Pública, fora outros gastos como o pagamento em dia da folha de pessoal. No período foi mantido o funcionamento dos hospitais da rede estadual 24 horas por dia, sem interrupção, além dos principais serviços públicos e as escolas estaduais “funcionando bem”.

“É uma ginástica enorme”, disse, referindo-se à manutenção dos serviços públicos e a continuidade das principais obras do Estado. “Isso requer muita competência na gestão, muito foco para você manter esses serviços todos em dia e ainda criar novas iniciativas e realizá-las, para que possam ir ampliando os serviços que são prestados, construindo mais escolas, mais hospitais, mais prédios públicos, que visem atender às pessoas”, observou. E o governo, segundo Marconi, não teve medo de encarar a crise de frente, cortando gastos de manutenção da máquina.

Ele também falou a respeito do desempenho de Goiás na Educação. O Estado ficou em primeiro e segundo lugares no Ideb, o que comprova, segundo Marconi, os avanços a partir do Pacto da Educação, implantado ainda na gestão passada, de 2010 a 2014.

Na área de Segurança Pública, houve maior presença de policiais nas ruas, aquisição de 2 mil novas viaturas e combate ostensivo à criminalidade. Neste ano, disse o peessedebista, o governo intensificou o programa de reconstrução da malha rodoviária estadual, com a retomada das principais obras.

Por fim, o tucano reafirmou aos internautas que foram feitos cortes, mas não houve qualquer prejuízo para a qualidade dos serviços públicos. “Daqui pra frente, o esforço nosso é de que esse trabalho melhore cada vez mais e aí a gente possa ter um pouco mais de recursos para investimentos em obras que precisam ser concluídas ou que precisam ser iniciadas e construídas”, arrematou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.