Marconi concentra esforços para ter preferência em Anápolis

Tucano é segunda opção na cidade, antes administrada por petista. PSDB quer mostrar que o governador é “irmão siamês dos anapolinos”

Conforme Paulo de Jesus, campanha quer reforçar identidade dos anapolinos com Marconi Perillo | Foto: Jornal Opção

Conforme Paulo de Jesus, campanha quer reforçar identidade dos anapolinos com Marconi Perillo | Foto: Jornal Opção

O crescimento da vantagem nas pesquisas de intenção de votos entre o governador e candidato à reeleição Marconi Perillo (PSDB) e o principal concorrente, Iris Rezende (PMDB), não é novidade. Isso porque os números estão dentro do que foi programado pela equipe de campanha do tucano, segundo o presidente do PSDB em Goiás, Paulo de Jesus.

O advogado ressaltou em entrevista ao Jornal Opção Online nesta segunda-feira (18/8) que o trabalho contra a rejeição do governador mostrou que foram criados fatos para prejudicar o candidato a partir de “maquinário político” da oposição.

Paulo de Jesus disse que tem sido feito esforço concentrado em Anápolis para conquistar a preferência do eleitorado. A cidade era administrada por Antônio Gomide (PT), que deixou o Paço Municipal para disputar o governo neste ano e figura em quarto lugar. O petista está colado no terceiro colocado, o ex-prefeito de Senador Canedo, Vanderlan Cardoso (PSB).

“Em todas as pesquisas o Marconi sai como segunda opção lá. Claro, porque o Gomide fez um bom trabalho, mas a campanha dele não deslancha. Com isso, vamos mostrar a identidade do Marconi com os anapolinos, que fez Goiás desenvolver-se como polo econômico a partir de Anápolis. Ele é irmão siamês do cidadão de lá”, avaliou. O dirigente da legenda afirmou ainda que está sendo possível conferir baixas nos níveis de rejeição em Goiânia e Aparecida de Goiânia.

No levantamento Fortiori/Jornal Opção divulgado no domingo (17), Marconi Perillo manteve os 38% da pesquisa anterior, seguido de Iris Rezende, com 26%, sendo que na última rodada da pesquisa figurava com 28%. Assim, a diferença entre os dois alcançou 12 pontos porcentuais.

Se levado em conta as quatro pesquisas elaboradas pelo instituto Fortiori, a vantagem do governador contra o ex-prefeito de Goiânia passou de 5% para 12%. Nesse período, Marconi Perillo agregou quatro pontos porcentuais, enquanto o peemedebista perdeu três pontos.

Para ele, a elevação reflete a gestão do governador no Estado e do nível da campanha eleitoral. “Quem ataca não tem propostas.”

Nacional

O presidente da sigla em Goiás também comentou o empate técnico registrado entre os candidatos à presidência da República Aécio Neves (PSDB) e Marina Silva (PSB), de acordo com a pesquisa Datafolha, divulgada pela “Folha de S.Paulo” nesta segunda-feira. A ex-senadora aparece com 21% das intenções de voto e vai para o segundo lugar. O tucano fica com um ponto à frente, 15 atrás de Dilma Rousseff (PT), que disputa a reeleição.

Na visão de Paulo de Jesus, Marina Silva — inicialmente inscrita como vice na chapa do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB), morto em acidente aéreo no último dia 13 — apresentou a mesma quantidade de votos conquistados nas últimas eleições presidenciais até agora.

Relatando que o número expressivo condiz com a comoção da morte e a escolha dos simpatizantes que votaram nela em 2010, o tucano observou que, em Goiás, Aécio Neves não perde. “Aqui nós nunca perdemos [para o PT em nível nacional] e, até o fim de setembro, estaremos na frente de Marina. A entrada dela interfere diretamente nessas eleições e garante o segundo turno.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.