Marconi aparece em 1º para senador com Karuju no 2º lugar na Diagnóstico/Jornal Opção

Ex-governador do PSDB é o primeiro colocado no levantamento estimulado, que mostra vereador do PRP em segundo; posições se invertem no cenário espontâneo 

Ex-governador Marconi Perillo (PSDB) e vereador Jorge Kajuru (PRP) lideram intenções de votos para senador | Fotos: Reprodução/Facebook e Alberto Maia

O ex-governador Marconi Perillo (PSDB) lidera as intenções de votos para senador com 31,7% na pesquisa estimulada realizada pela Diagnóstico Pesquisa de Comportamento contratada pelo Jornal Opção. No mesmo cenário, o vereador Jorge Kajuru (PRP) surge em segundo lugar com 29,9% da preferência do eleitorado quando os nomes dos candidatos são apresentados pelos pesquisadores.

Na disputa pelas duas vagas no Senado que estão em jogo nas eleições de 7 de outubro, o ex-prefeito de Senador Canedo Vanderlan Cardoso (PP) e a senadora Lúcia Vânia (PSB) estão empatados no terceiro lugar com 26,5% para cada um dos concorrentes. No quinto lugar aparece o senador Wilder Morais (DEM), que tem 11% das intenções de votos na pesquisa estimulada Diagnóstico/Jornal Opção.

Em seguida surgem Agenor Mariano (MDB) com 2,9%, Professora Geli (PT), que tem 1,9%, Luis Cesar Bueno (PT), Professor Alessandro Aquino (PCO) e Professora Magda Borges (PCB), com 1,5% cada um, Fabrício Rosa (Psol) – 0,7% – e Santana Pires (Patriota) – 0,5%. Indecisos na pesquisa estimulada chegam a 25,5% e votos brancos e nulos 17,3%.

Primeira opção de voto
Quando a pesquisa Diagnóstico/Jornal Opção apresenta os candidatos a senador ao eleitor e pergunta qual deles seria a primeira opção de voto, Marconi lidera com 22,9%, seguido de Kajuru (20,5%), Lúcia Vânia (12,3%), Vanderlan (11,6%) e Wilder (5,8%). Depois aparecem Agenor (1,5%), Luis Cesar (0,9%), Geli (0,8%), Magda (0,7%), Fabrício (0,5%), Alessandro (0,3%) e Santana (0,2%). Neste cenário, votos brancos e nulos somam 12,4% e indecisos 9,5%.

Para a opção de segundo voto para o Senado, Vanderlan é o primeiro colocado com 15%. No segundo lugar aparece Lúcia Vânia, que tem 14,3% das intenções de votos. Kajuru é o terceiro com 9,4% e Marconi vem em seguida (8,8%). Tanto os indecisos (24,6%) quanto a tendência de votos nulos e brancos (16,9%) surgem em maior quantidade quando o assunto é o segundo voto para senador.

Do quinto lugar em diante na segunda opção de voto estão Wilder (5,6%), Agenor (1,4%), Alessandro (1,2%), Geli (1%) Magda (0,8%) e Luis Cesar (0,6%). Fabrício e Santana têm 0,2% das intenções de votos cada neste cenário.

Pesquisa espontânea
Sem apresentar o nome dos candidatos, o primeiro lugar na pesquisa espontânea é Kajuru, que tem 20,5% da preferência do eleitorado. Marconi surge na segunda posição com 16,6%, seguido de Vanderlan (12,9%) e Lúcia Vânia (11,4%). Wilder (5,2%), Agenor (1,3%), Geli (0,9%) Luis Cesar (0,6%) e Fabrício (0,1%) são os outros candidatos citados pelos eleitores. No levantamento espontâneo Diagnóstico/Jornal Opção, os indecisos são 48,7% e os votos brancos e nulos 7%.

O candidato mais rejeitado pelos eleitores é Marconi, com 28,8% dos eleitores que afirmam não votar no tucano de jeito nenhum. Lúcia Vânia é a segunda mais rejeitada (10,4%), com Kajuru (8,2%), Vanderlan (4,8%), Agenor (3,9%) e Wilder (3,7%) na sequência. Depois aparecem Luis Cesar e Geli (3,1% cada), Fabrício (2,9%), Santana (2,7%), Magda (2,6%) e Alessandro (2,3%). Dos eleitores ouvidos pela pesquisa, 40,3% não rejeitam nenhum dos nomes apresentados e 15,4% não souberam responder.

A pesquisa Diagnóstico foi contratada pelo Jornal Opção e foi a campo de 20 a 25 de setembro de 2018, com data definida de divulgação em 27 de setembro de 2018. O instituto ouviu 862 eleitores em 61 municípios goianos. O levantamento foi registrado na Justiça Eleitoral sob o protocolo de número GO-08373/2018 e tem margem de erro de 3,4 pontos percentuais para mais ou para menos, com índice de confiança de 95%.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.