Marconi afirma que secretarias irão funcionar com o mínimo de gasto

Após reforma administrativa, com exoneração de funcionários e incorporação de secretarias, o governador segue sua gestão tentando economizar

Em entrevista coletiva durante sua cerimônia de posse, o governador Marconi Perillo (PSDB) afirmou que nos próximos anos seu governo irá buscar gastar com cada secretaria o mínimo necessário. “Vamos procurar nos servidores efetivos o ritmo que queremos para fazer funcionar bem, com pouco gasto. Com menos secretarias, fica muito mais fácil para eu cobrar o cumprimento das metas e dos novos compromisso de campanha”, afirmou.

Recentemente, o projeto do governador de reforma administrativa foi aprovado pelos deputados. Com exonerações e diminuição drástica de secretarias, apontou-se uma economia de mais de R$ 300 milhões. Questionado sobre a destinação do dinheiro economizado, o tucano sustentou que será para cobrir os aumentos do ano passado — data-base, aumento salarial na área de Saúde e Segurança Pública –, a fim de corrigir o déficit do Estado.

“Todos os cortes têm como objetivo equilibrar as contas. As outras economias que faremos, terão como objetivo não só garantir o equilíbrio financeiro do Estado, como também termos alguma sobra para investimento”, pontuou.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.