Marconi afirma que, no Senado, vai atuar para que União garanta efetivo das fronteiras

Em Vila Propício, candidato a senador propõe que um terço do efetivo do Exército seja alocado no enfrentamento à entrada de drogas e armas no Brasil

Divulgação

Candidato ao Senado Federal pela Coligação Goiás Avança Mais, o ex-governador Marconi Perillo, afirmou nesta sexta-feira (31/8) em atividades de campanha em Vila Propício que os programas e investimentos em segurança pública serão prioridade em seu mandato como senador. O tucano afirmou que vai apresentar projeto estabelecendo que um terço do efetivo do Exército seja deslocado para as fronteiras do Brasil com os vizinhos latino-americanos como forma de barrar a entrada de drogas e armas.

O ex-governador declarou seu apreço por Vila Propício ao afirmar que “não abre mão de estar nas pequenas cidades, de ver as obras do Goiás na Frente inauguradas e em execução, mais duas avenidas e outras quatro ruas que estão sendo pavimentada, o que vai acabar com a lama, a poeira e trazer conforto para as famílias”. Marconi também pediu o voto pela reeleição do governador Zé Eliton e disse que ele é garantia de que o Goiás na Frente vai avanaçar mais. “Serei parceiro forte em Brasília na luta por mais recursos para os municípios”, afirmou.

Entre as proposta de Marconi Perillo como senador, apresentadas ao povo de Vila Propício, estão a redução do número de deputados federais e senadores “para sobrar mais dinheiro para a saúde, a segurança e a educação”, explicou. E também determinar ao Governo Federal que desloque 1/3 das Forças Armadas para vigiar as fronteiras e impedir o tráfico de drogas e armas “que tanto infernizam nossas famílias, pois 90% dos crimes estão relacionados ao tráfico de drogas”, concluiu.

A respeito do controle das fronteiras do País, Marconi contou que em 2003 criou um programa chamado COD, Comando de Divisas da Polícia Militar, e instalou o COD em todas as entradas de Goiás, nas divisas com os outros estados. Moral da história: “somente nesse período nós já apreendemos mais de 100 mil quilos de drogas e milhares de armas contrabandeadas, exemplo de Goiás para o Brasil”, frisou.

Nas palavras do prefeito Cirlei Rodrigues de Araújo, “é fácil falar de Marconi em Vila Propício porque por onde passamos tem a marca dele, uma obra do seu governo, um sinal de gratidão do nosso povo. O Ginásio de Esportes, aqui perto, está pronto graças a Marconi Perillo. Nós pedimos ambulâncias e elas já estão chegando e serão entregues pelo governador Jose Eliton”.

Tasso Jaime, ex-prefeito de Vila Propício e atual presidente da SGPA, disse que “não é preciso andar muito para ver os benefícios trazidos por Marconi Perillo, como o asfalto ligando Vila Propício a Goianésia, a duplicação de todas as saídas de Goiânia e mais de 4 mil quilômetros de rodovias pavimentadas em todo o Estado”.

“Não existe administração se não tivermos gestores comprometidos com todas as cidades do interior, porque os prefeitos passam por dificuldades, mas aqui eles sempre foram socorridos pelo ex-governador Marconi Perillo”, relatou o prefeito de Hidrolândia e presidente da AGM, Paulo Rezende, o Paulinho. Ele testemunhou que “todas as prefeituras goianas receberam recursos do Goiás na Frente, com o valor mínimo de R$ 1 milhão, chegando a R$ 2, 3, 10 milhões”.

O deputado estadual Helio de Sousa disse que Marconi é “o maior líder político da história de Goiás, de todos os tempos, porque ele inaugurou um novo tempo no Estado, um tempo de progresso, um governo municipalista, com obras e benefícios em todos os 246 municípios goianos”.

Deixe um comentário