Marconi afirma que diretório do PSDB não deliberou sobre apoio à candidatura de Eduardo Leite à presidência em 2022

O ex-governador se posiciona em desfavor da carta publicada por tucanos e ex-dirigentes do PSDB Goiás e enviada ao presidente nacional do partido, Bruno Araújo, em que manifesta apoio ao governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB)

O ex-governador Marconi Perillo, presidente interino do PSDB em Goiás, divulgou na tarde desta terça-feira (5) uma nota pública em que informa que o diretório da sigla no estado “ainda não se reuniu e não tomou qualquer tipo de deliberação em relação a oficializar apoio a quaisquer candidatura até agora”.

Perillo se posiciona em desfavor da carta publicada por tucanos e ex-dirigentes do PSDB Goiás e enviada ao presidente nacional do partido, Bruno Araújo, em que manifesta apoio ao governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), nas prévias do PSDB à Presidência da República no processo eleitoral de 2022. O documento conta com a assinatura do presidente estadual, José Eliton e de outros membros do diretório.

Próximo ao governador de São Paulo, João Doria, Marconi afirma que o PSDB de Goiás já ouviu três pré-candidatos. Além de Doria, Eduardo Leite e o ex-senador Arthur Virgílio e também ouvirá o goiano Nelson Gillet, um médico que se inscreveu nas prévias. E diz que “posteriormente será avaliado se irá deliberar ou não sobre o tema”.

“A opinião pessoal de membros do PSDB certamente é democrática e será respeitada por todos. Mas jamais podemos concordar que a notícia seja veiculada sem que corresponda à verdade e sem que tenham havido qualquer deliberação partidária com relação às prévias”, finalizou Perillo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.