Movimentos impediram a entrada de funcionários; são contra a privatização da Celg e as OSs na Educação

Na manhã desta quarta-feira (27/1), integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e da Central Única dos Trabalhadores (CUT) bloqueiam a entrada da sede da Secretaria da Fazenda do Estado de Goiás (Sefaz), no setor Vila Nova, em Goiânia.

O grupo protesta contra a privatização da Celg e contra a implantação da gestão compartilhada na rede estadual de ensino. Segundo a assessoria de imprensa da Sefaz, a manifestação ocorre de maneira pacífica.

A titular da pasta, Ana Carla Abrão orientou por meio das redes sociais, que os servidores não se dirijam à Sefaz por questão de segurança. ” Os que tentaram entrar foram ameaçados,” afirma a secretária. Abrão recomendou ainda que os servidores que estiverem dentro da secretaria devem sair pois há risco de que o prédio seja invadido.