Manifestantes bloqueiam Eixo Anhanguera e terminais de ônibus em Goiânia

Motoristas do transporte coletivo não aderiram à greve, mas desde as primeiras horas da manhã, protestos impediram que alguns veículos circulassem

Manifestantes bloqueiam saída de ônibus da Metrobus, em Goiânia | Foto: Reprodução / Metrobus

O transporte coletivo de Goiânia foi afetado pelo movimento de greve geral na manhã desta sexta-feira (28/4), convocado pelas centrais sindicais de todo o país. Apesar de não terem aderido ao movimento, os motoristas de alguns terminais de ônibus e do Eixo Anhanguera foram impedidos de circular por manifestantes que bloquearam as saídas dos veículos.

Segundo a  Rede Metropolitana de Transportes Coletivos da Grande Goiânia, foram comprometidos o funcionamento dos terminais Padre Pelágio e Novo Mundo. Protesto em frente à garagem da Metrobus nas primeiras horas da manhã também impediram a largada dos ônibus do Eixo Anhanguera.

Até às 8h 20, apenas o terminal Novo Mundo tinha retomado às atividades normais. Terminal Padre Pelágio e Eixo Anhanguera seguem sem previsão de retomada do funcionamento.

De acordo com a Metrobus, o protesto acontece de maneira pacífica e é acompanhado por agentes da Polícia Militar.

As linhas do terminal Vera Cruz tiveram a rota comprometida por conta de um protesto da GO-060. As linhas 140 e 052 tiveram que fazer desvios depois que manifestantes atearam fogo em pneus e bloquearam parte da pista.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.