Major Araújo: “Minha base me pressiona para continuar deputado”

Vice-prefeito eleito diz que chance de não assumir mandato é de 50%, mas nega qualquer insatisfação com Iris Rezende ou com o PMDB

Iris e Major Araújo durante carreata de campanha | Foto: Divulgação

Iris e Major Araújo durante carreata de campanha | Foto: Paulo José

“Posso assumir ou não assumir, hoje a probabilidade é a mesma”, disse o deputado estadual Major Araújo (PRP) ao Jornal Opção sobre seu mandato como vice-prefeito de Goiânia na manhã desta segunda-feira (21/11).

Segundo ele, há uma grande “pressão” de sua base política e de seu eleitorado, que estaria insatisfeito desde sua candidatura, na chapa de Iris Rezende (PMDB).

“Ainda estou avaliando a situação. Como representante do servidor público estadual, tenho um compromisso com meus eleitores e a maioria ampla pede para que eu permaneça os representando na Assembleia. Quando saí candidato eles já ficaram insatisfeitos. São pessoas que sempre me apoiaram e podem me abandonar depois. Também tenho que pensar no compromisso que tenho com eles”, explicou.

Apesar de especulações, ele nega que a situação tenha algo a ver com a distribuição de cargos no governo de Iris Rezende e assegura que não há qualquer desconforto com o prefeito eleito ou com o PMDB.

“Estão dizendo que estou pensando em não assumir porque não recebi cargos, não tem nada disso. Não estou atrás de função alguma. Não pauto minha vida pública por concessão ou não de cargos”, rebateu

Ainda segundo Major Araújo, ele ainda não conversou com o prefeito eleito sobre sua possível desistência, mas afirma que tem certeza que Iris respeitará sua decisão, “seja ela qual for”.

 

Deixe um comentário