Mais uma jovem é vítima de latrocínio na Grande Goiânia

Menos de uma semana após a morte de Nathalia Zucatelli, Jéssica Ferreira foi assassinada ao lado de casa depois que grupo de amigos com quem estava foi assaltado

| Foto: Reprodução Facebook

Jéssica foi baleada ao lado de casa e chegou a ser atendida na UPA do Setor Buriti Sereno, mas não resistiu | Foto: Reprodução Facebook

Menos de uma semana depois da estudante Nathalia Zucatelli ter perdido a vida em um assalto no Setor Marista na última segunda-feira (22/2) em Goiânia, outra jovem foi vítima de latrocínio, desta vez, no Jardim Tiradentes, em Aparecida de Goiânia. A vítima, Jéssica Ferreira da Silva, tinha apenas 23 anos e foi morta neste domingo (28), ao lado de casa, depois que o grupo de amigos com quem estava ter sido abordado por dois homens em uma moto.

Por volta das 23h de domingo, os homens encostaram, pegaram seus pertences e, antes de fugirem, um deles atirou contra Jéssica. De acordo com a Polícia Civil de Aparecida de Goiânia, a jovem nem ao menos estava com algo de valor na hora do assalto e, aparentemente, foi escolhida de maneira aleatória como alvo dos criminosos.

A Polícia foi acionada no momento do crime e Jéssica chegou a ser atendida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Setor Buriti Sereno, mas não resistiu. O tiro acertou o ombro da jovem e o laudo que indica a causa exata da morte ainda não foi concluído.

O delegado Carlos Levergger, do 6º Distrito Policial (DP) de Aparecida de Goiânia, responsável pelo caso, informou que ainda não há qualquer informação se os suspeitos conheciam a vítima. Segundo ele, os criminosos já haviam efetuado dois roubos antes de abordarem o grupo de Jéssica. Carlos acrescentou que o 6º DP já recebeu reforço de investigadores da regional e que instituiu uma força-tarefa para prender os dois.

Uma resposta para “Mais uma jovem é vítima de latrocínio na Grande Goiânia”

  1. Maria Rosa disse:

    Absurdo! Maldade pura! Já eram tristes as mortes quando havia explicação tipo: reagiu, foi acidente, etc… agora se mata por matar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.