Mais de 85% dos municípios goianos ainda não têm protocolo para retomada das aulas presenciais

Levantamento foi realizado por comissão do TCE, que apurou as ações executadas pelas secretariais municipais de educação durante a pandemia

O Tribunal de Contas do Estado de Goiás (TCE) divulgou nesta sexta-feira, 18, levantamento que demonstra despreparo dos municípios goianos para uma possível retomada das aulas presenciais. O estudo mostra que pouco mais de 13% das secretarias de educação estão com plano finalizado.

A constatação é do Gabinete de Enfrentamento aos Efeitos da Pandemia na Educação Pública (Gaepe-GO). Além de apurar sobre a elaboração de plano, o estudo levantou quais estão sendo as ações na educação durante o período de pandemia.

Quando questionado sobre a elaboração de protocolo para retorno de atividades presenciais, 13,2% dos municípios disseram ter plano concluído; 31,2% estão com planos parciais e 55,7% ainda não estabeleceram protocolos.

O Gaepe é uma articulação interinstitucional que reúne os tribunais de contas do Estado e dos Municípios de Goiás, o Ministério Público, o Judiciário, a Defensoria Pública, gestores da educação, sob coordenação do Instituto Articule e do Comitê Técnico da Educação do Instituto Rui Barbosa (CTE-IRB).

Um resumo da pesquisa, contendo gráficos e números obtidos, pode ser acessado no site do TCE-GO, em Ficha Temática produzida pela Diretoria de Comunicação do TCE-GO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.