Mais de 80% dos recursos do FCO foram direcionados a produtores rurais de pequeno porte em Goiás

Pequenos empresários do ramo agrícola foram os mais beneficiados pelo fundo, totalizando R$1.220 bilhão em empréstimos

Pequenos produtores são receberam mais de 80% dos recursos do FCO | Foto: Reprodução/Portal RCIA

O Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO) beneficiou de janeiro a julho em R$1.220 bilhão empresas e produtores rurais de micro e pequeno porte. Durante esse período 4.673 empréstimos foram feitos ao setor, tornando este o mais favorecido pelo recurso.

Em solenidade de inauguração da Secretaria de Retomada, o governador Ronaldo Caiado (DEM) afirmou que pretende trabalhar para ampliar o montante repassado ao Estado para se atenda maior demanda de empresários. Ele destacou a importância de se ajudar os produtores mais vulneráveis, como os micro e pequenos, por conta da pandemia de coronavírus.

“Com a política nossa é possível chegar primeiro. A SIC [Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços] e a Goiás Fomento têm essa capilaridade que nenhum outro banco tem de ter a avaliação dos empresários, a capacidade de analisar a condição dele de receber o empréstimo, de poder implantar o projeto que ele deseja, então essa capilaridade o Estado tem pelas estruturas”, disse.

Os pequenos empreendimentos possuem renda anual de até R$4,8 milhões. Eles totalizam 81,8% dos beneficiados pelo fundo no primeiro semestre de 2020, e são responsáveis por 52.508 postos de trabalho diretos em todo Estado.

“A mudança da prioridade determinada pelo governador Ronaldo Caiado nos ajuda a salvar as pequenas empresas nesse atual cenário e a forçar nosso agente financeiro do FCO a dar prioridade, nesse momento, aos que mais precisam”, afirmou César Moura, secretário da Retomada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.