Mais de 75% dos brasileiros acham que polícia agiu certo ao matar sequestrador no Rio

Levantamento conta com grau de confiança de 95% e margem de erro de aproximadamente 2%

Foto: Reprodução

Uma pesquisa divulgada pelo Instituto Paraná Pesquisas mostrou que mais de 75% dos brasileiros acham que a polícia do Rio de Janeiro agiu corretamente ao matar o sequestrador do ônibus na ponte Rio-Niterói. A pesquisa foi desenvolvida com o objetivo de consultar a população sobre o caso e, para isso, foram realizadas entrevistas telefônicas com pessoas de 16 anos ou mais. O Instituto pesquisou os 26 Estados e o Distrito federal. Ao todo, 152 municípios brasileiros foram consultados entre os dias 21 e 26 de agosto.

Os números mostram que 88,3% dos brasileiros ficaram sabendo do sequestro do ônibus na última terça-feira, 20. Outros 11,7% disseram desconhecer o ocorrido. O maior indice de desconhecimento foi registrado nos Estados do Nordeste — 14,3% das respostas.

Aos que responderam “Sim” para a primeira pergunta do Instituto, foi questionado, em seguida: “A polícia agiu certo em matar o sequestrador?”. 76,3% responderam “Sim”. 17,7% responderam “Não”. 6% não souberam ou preferiram não opinar sobre o assunto.

Dentre os que responderam Sim para a pergunta, ou seja, acreditam que a polícia agiu corretamente, o Instituto mostrou que a maioria possui ensino superior completo (81,4%). Também foi diagnosticado que a maioria dos que concordaram com a atitude da polícia possui entre 35 a 44 anos. Os Estados que mais concordaram com a medida adotada para por fim ao caso estão localizados na região Sul do País (79,2%).

Dentre os que discordaram da ação policial, a maioria dos entrevistados possuem ensino médio completo (19,3%) e idades entre 16 e 24 anos (22,8%). Os Estados que mais discordaram da ação policial estão localizados no Nordeste brasileiro (20,3%). O grau de confiança da pesquisa é de 95% para uma margem estimada de erro de aproximadamente 2%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.