Maioria dos internautas defende aborto em casos de estupro e risco para mãe

No levantamento, porém, 86,5% é contra a legalização do aborto em qualquer situação

Um levantamento divulgado nesta terça-feira (5/12) pelo Instituto Paraná Pesquisas aponta que 69,6% dos internautas é contra que o aborto seja proibido em casos de estupro,
riscos para a mãe e má formação do feto.

Segundo a pesquisa feita por meio de enquete online, apenas 24,9% dos entrevistados são a favor da proibição do aborto nos casos listados.

O mesmo levantamento, porém, mostrou que 86,5% dos internautas é contra a legalização do aborto em qualquer situação.

Para a realização da pesquisa foi utilizada uma amostra de 2.056 brasileiros, a partir de questionário online entre os dias 28 de novembro a 01 de dezembro de 2017.

Maioridade

A mesma pesquisa questionou se o internauta é a favor ou contra a redução da maioridade penal para 16 anos para crimes hediondos, ou seja, que pessoas a partir de 16 anos que cometam crimes classificados como hediondos respondam criminalmente por eles. Neste caso, 90,1% são a favor da redução da maioridade penal.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.