Maior produtora global de fosfatos e potássios combinados investe R$ 128 milhões em Goiás

Anúncio foi feito pela diretoria da empresa, liderada pelo vice-presidente Sênior Brasil, Rick McLellan

Foto: Divulgação

A Mosaic Fertilizantes, maior produtora global de fosfatos e potássios combinados, anunciou nesta sexta-feira (31/8) o investimento de R$ 128 milhões em sua unidade fabril de Catalão, sendo R$ 58 milhões este ano e os outros R$ 70 milhões em 2019, além do aumento de 30% na produção para atender o mercado interno.

O anúncio foi feito pela diretoria da empresa, liderada pelo vice-presidente Sênior Brasil, Rick McLellan, ao superintendente executivo de Indústria e Comércio da Secretaria de Desenvolvimento (SED), Luiz Medeiros, que durante a reunião substituiu o secretário Leandro Ribeiro.

O executivo antecipou que os R$ 70 milhões a serem investidos na unidade de Catalão, no próximo ano, serão para melhorias tecnológicas e abertura de novas áreas operacionais de lavra para produção de rocha fosfática. Ele disse que, ainda este ano, entrará em operação uma nova planta operacional que vai contribuir para o aumento de 15% da produção de fertilizantes.

Acompanhado dos diretores de Assuntos Corporativos e Sustentabilidade, Arthur Liacre, de Relações Governamentais e Sustentabilidade, Antônio Josino Meirelles Neto e do diretor de Operações da unidade Catalão, Gilmar Silva Araújo, Rick McLellan disse que, após oito meses de forte atuação em Goiás, fazia questão de atualizar o Governo sobre o desenvolvimento dos negócios da Mosaic Fertilizantes no Brasil e das operações da empresa no Estado.

No ano passado, a Mosaic Fertilizantes adquiriu a unidade de fertilizantes da ADM no Brasil e no Paraguai. Apenas na unidade de Catalão foram investidos US$ 10 milhões, o equivalente hoje a R$ 41 milhões, na revitalização da fábrica, com modernização de equipamentos, no sistema de carregamento e descarga, nos armazéns, na mistura, nos painéis e no controle total da indústria com a automação dos processos produtivos.

As obras permitiram o aumento da capacidade de produção da empresa no Brasil e reforçou a presença em Goiás. De 400 mil toneladas de fertilizantes por ano, a produção hoje já atinge 810 mil toneladas e vai passar para 938 mil toneladas no próximo ano, segundo o diretor Sênior Rick McLellan.

A empresa é responsável pela geração de 741 empregos diretos, tem outros 380 trabalhadores terceirizados e envolve outros 2 mil trabalhadores indiretos.

Segundo Rick McLellan, a Mosaic Fertilizantes acredita muito no Brasil, onde existe um grande mercado consumidor de fertilizantes e potássios combinados, além de ser também grande produtor de matéria-prima. “A unidade de Catalão possui uma localização estratégica no Estado de Goiás e vem registrando bons resultados ao longo dos últimos anos. Acreditamos que há um grande potencial para o crescimento da Mosaic na região e é uma oportunidade de reforçarmos nosso compromisso com o agronegócio nacional”, afirmou o executivo.

Também participaram da reunião dos executivos da Mosaic na Secretaria de Desenvolvimento o presidente da Federação das Indústrias do Estado (Fieg), Pedro Alves de Oliveira, o superintendente do IEL, Paulo Vargas, o superintendente executivo de Ciência e Tecnologia da SED, Roberto da Piedade.

Na oportunidade, eles trataram também da oferta de cursos pela rede Itego, do Governo de Goiás, e pelo Senai, em Catalão, para a capacitação dos trabalhadores da empresa. Roberto da Piedade garantiu que o Governo está preparado para ministrar cursos profissionalizantes de acordo com a demanda da Mosaic Fertilizantes e de outras empresas do ramo de mineração em todo o Estado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.