Maior exposição com obras de Poteiro começa nesta quarta-feira (27) em Belo Horizonte

Artista português faleceu em 2010 em Goiânia, cidade sede do Instituto que leva seu nome

Obra de Antonio Poteiro | Foto: Divulgação

A exposição “Poteiro, o colorista do Brasil” será aberta ao público na próxima quarta-feira (27/9) na  galeria de arte Errol Flynn, em Belo Horizonte.

A mostra, que vai até o dia 14 de outubro, é a maior e mais representativa exposição sobre o artista já realizada. Com 90 obras – 83 pinturas e 7 cerâmicas – a exposição apresenta a diversidade temática de Poteiro através de quadros clássicos como “O Cavaleiro”, “Brasil” e “Revoada em Verde” e esculturas como “Madona e o menino” e “Os Músicos”.

De acordo com o curador Errol Flynn Júnior, as linhas imperfeitas e rugosas de Poteiro mescladas às suas inúmeras nuances imprimem uma arte totalmente peculiar, que consegue dar vida e movimento aos seus personagens, saltando aos olhos de todos. Sua pintura, como poucos artistas brasileiros, fala de brasilidade e das coisas do Brasil, suas lendas, tradições, suas riquezas, entre outros.

O artista

O artista português Antônio Batista de Sousa, mais conhecido como Antônio Poteiro (1925-2010), é autor de coloridos quadros e intuitivas esculturas em argila.

Com menos de dez anos do início de sua carreira como artista, Poteiro expôs, em 1979, na conceituada Galeria Bonino, no Rio de Janeiro, onde voltou mais quatro outras vezes na próxima década.

Daí em diante o artista alçou voos mais altos, levando sua bucólica arte “do Oiapoque ao Chuí”.

Poteiro morava em Goiânia, onde faleceu em 2010 após uma parada cardíaca. Na cidade, fica o Instituto Antônio Poteiro.

Serviço – Exposição Retrospectiva “Poteiro, o colorista do Brasil”

Local: Errol Flynn Galeria de Arte – Rua Alagoas, 977 – Savassi
Data: De 26 de setembro a 14 de outubro de 2017
Horário: De segundas às sextas-feiras, das 09h às 19h; aos sábados, das 09h às 14h
Informações: (31) 3318-3830

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.