Maguito tem quadro estável e equipe médica retira suporte de ECMO

Emedebista está internado em São Paulo para tratamento de complicações causadas pela Covid-19

Maguito Vilela, prefeito eleito de Goiânia Foto: Fernando Leite | Jornal Opção.

O prefeito eleito de Goiânia Maguito Vilela (MDB) saiu do suporte que recebia de ECMO, de acordo com boletim divulgado neste sábado, 5, pelo Hospital Albert Einstein. O emedebista está internado em São Paulo para tratamento de complicações causadas pela Covid-19 desde o dia 27 de outubro.

O boletim médico aponta que há estabilidade do quadro e controle satisfatório da oxigenação, o que foi determinante para a retirada do ECMO que dava suporte aos pulmões do prefeito eleito. A retirada do aparelho se deu sem intercorrências.

Maguito encontra-se na UTI, traqueostomizado com ventilação mecânica em modo protetor.

Tratamento

O prefeito eleito foi intubado pela primeira vez no dia 30 de outubro após piora no quadro de inflamação dos pulmões. No dia 8 de novembro voltou para a respiração espontânea. No entanto, no dia da eleição de primeiro turno precisou ser intubado novamente devido a piora pulmonar (inflamatória e infecciosa).

No dia 17 de novembro, foi iniciado tratamento dialítico seguido de instalação de ECMO para possibilitar ventilação protetora pulmonar.

Maguito foi eleito prefeito de Goiânia com 277.497 votos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.