Magda Mofatto não descarta apoio a Iris ou Vanderlan no segundo turno

Deputada comenta pesquisa deste domingo e diz que em eventual segundo turno entre PMDB e PSB, PR irá escolher um dos lados para apoiar: “vamos entrar na campanha”

A pesquisa Serpes divulgada neste domingo (11/9) apontou uma queda nas intenções de voto para o Delegado Waldir (PR), consolidando o candidato do PSB, Vanderlan Cardoso, no segundo lugar. O Delegado ainda aparece empatado tecnicamente com Iris Rezende (PMDB) e Adriana Accorsi (PT) quando o assunto é rejeição, que fica em torno dos 22%.

A deputada federal Magda Mofatto, uma das lideranças do PR regional, afirmou neste domingo (11) que acredita que a pesquisa mostre a realidade, porém defendeu que boa parte dos eleitores do delegado não são pesquisados. “Eles acessam internet, estão no Facebook e em grupos de WhatsApp e muitas vezes não são acessíveis”, declarou.

Magda citou ainda as eleições de 2014, quando Delegado Waldir foi eleito deputado federal. “Ninguém dava atenção ao nome dele, ele nem aparecia nas pesquisas e foi campeão de votos”, ressaltou. Por mais que a pesquisa reflita a realidade, reforçou, é só no dia da votação que será possível ver qual a realidade.

Questionada sobre a rejeição do público em relação ao candidato do PR, Magda avaliou que é “normal” e garantiu que todo político enfrenta esse problema. “O que tem que ser feito é quebrar essa rejeição. E o que faz diminuir o problema é o contato com as pessoas, que é o que o delegado vem buscando”, explicou.

Segundo turno

A pesquisa Serpes criou ainda dois cenários para o segundo turno: Iris e Vanderlan ou Iris e Waldir. As disputas, segundo o Instituto Serpes seriam vencidas pelo peemedebista. No primeiro cenário, Iris tem 46,8% das intenções de voto, enquanto Vanderlan tem 35,1%. Já o segundo mostra Iris com 52,7% e Waldir com 24,8%.

Segundo Magda, a expectativa do partido é de que Waldir vá para o segundo turno. Caso isso não ocorra, ela garantiu que o PR vai entrar em negociações com os dois candidatos que continuarem na disputa.

“Acontecendo isso [uma disputa entre Iris e Vanderlan], o PR vai estar na campanha, sim. Vamos conversar com os dois lados para decidir quem apoiar, mas vamos entrar com certeza”, garantiu, sem deixar claro se há preferência pela candidatura de Iris ou de Vanderlan.

Dados da pesquisa

A pesquisa, encomendada e divulgada por J. Câmara & Irmãos S.A./“O Popular” (o resultado saiu na edição de domingo, 11, de “O Popular”), é de responsabilidade do Serpes Pesquisas de Opinião e Mercado Ltda. O levantamento foi registrado na Justiça Eleitoral sob o protocolo de número GO-07584/2016. O instituto ouviu 601 eleitores, entre 6 a 9 de setembro de 2016. A margem de erro é de 4 pontos porcentuais para mais ou para menos. O intervalo de confiança é de 95%.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.