Mãe denuncia que filha foi estuprada enquanto estava internada com Covid, em MS

Em um áudio enviado para sua mãe, a vítima descreve o autor como um enfermeiro que estava de serviço no hospital

Uma mulher de 36, internada com suspeita de Covid-19, que estava internada no Hospital Regional do Mato Grosso do Sul (HRMS), alega ter sido estuprada por enfermeiro. A mãe dela registrou uma ocorrência na Delegacia da Mulher com base em um áudio enviado pela filha por mensagem de celular.

No áudio que a jovem enviou a mãe, ela descreve em detalhes o ato. Ofegante, em vários momentos, a paciente faz uma pausa para tentar respirar. Ela conta que tentou parar a ação do suspeito, mas estava sem forças.

A vítima descreve o autor como um enfermeiro que estava de serviço naquela madrugada. Ao receber a mensagem, a mãe disse que procurou imediatamente a direção do hospital e a polícia.

O caso foi registrado como estupro de vulnerável – quando praticado com alguém que, por enfermidade ou deficiência mental, não tem o necessário discernimento para oferecer resistência. (Com informações do R7)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.