Lula não descarta Alckmin como vice e diz que atritos podem ser resolvidos

Rumo ao PSD, o tucano está sendo cotado como possível candidato a vice-presidente 

Em meio ao burburinho de que o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) pode ser indicado como candidato a vice-presidente da República em uma chapa com o ex-presidente Lula (PT), o petista se pronunciou pela primeira vez e não descartou a possibilidade compor uma chapa com o tucano nas eleições de 2022.  

O petista publicou uma nota nas redes sociais na tarde desta segunda-feira, 15, e lembrou a história que teve com o tucano. Os dois concorreram nas eleições de 2006, quando Lula foi reeleito presidente da República e houve alguns atritos. Os atritos, porém, não são nada que não possa ser reconciliado entre os políticos. 

“Já tenho 22 vices, enquanto nem decidi se sou candidato. A escolha tem que ser levada a sério, alguém que some e que não tenha divergência”, comentou o presidenciável. 

Sobre a possibilidade de ser o tucano Alckmin, que está de malas prontas para o PSD, o presidente disse que há uma relação de respeito com o ex-governador com quem teve “extraordinária relação”.  

“Nas divergências todo mundo joga bruto porque quer ganhar. Eu disputei as eleições de 2006 com o Alckmin, mas tenho profundo respeito por ele, porém eu não estou discutindo vice ainda porque não discuti a minha candidatura. Quando eu decidir, aí sim eu vou sair a campo pra procurar alguém pra ser vice”, terminou o petista. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.