Luiza Brunet é espancada pelo marido e tem quatro costelas quebradas

Modelo anunciou separação do empresário Lírio Albino Parisotto, que a agrediu em seu apartamento em Nova Iorque em maio. Ela já prestou queixa no Ministério Público

Foto: Reprodução Instagram

Luiza passou cinco anos com empresário | Foto: Reprodução Instagram

A modelo Luiza Brunet confirmou, nesta sexta-feira (1º/7) que se separou, após cinco anos, do empresário Lírio Albino Parisotto, depois que ele a agrediu em seu apartamento em Nova Iorque no dia 21 de maio. Ela já fez o exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) e prestou queixa no Ministério Público de São Paulo (MPSP).

Lírio a agrediu depois de se exaltar porque um dia foi confundido com o ex-marido dela, Armando Fernandez. Eles jantavam com amigos em um restaurante quando ele ficou nervoso ao ser questionado se eles iriam a uma exposição de fotos. Ele respondeu que não, porque da última vez, o confundiram com Armando. Segundo a modelo, os dois deixaram o local e, ao chegarem no prédio, Lírio a deixou no carro e subiu antes. Quando chegou ao apartamento, já era esperada por ele, que a agrediu física e verbalmente.

Suas costelas foram quebradas depois que ele a derrubou no chão e a imobilizou. Lírio só teria parado depois que ela ameaçou gritar por ajuda. Quando conseguiu se soltar, Luiza se trancou no quarto até o dia seguinte e pegou um voo para o Brasil depois de se certificar que ele não estava mais no local e que era seguro sair.

“Sempre fui discreta e é doloroso aos 54 anos ter que me expor dessa maneira”, disse ela. “Mas eu criei coragem, perdi o medo e a vergonha por causa da situação que nós, mulheres, vivemos no Brasil. É um desrespeito em relação à gente”. Para ela, o pior é superar a vergonha de falar sobre o caso, o que dificulta o acolhimento.

Pelo Facebook, Luiza, que é embaixadora do Instituto Avon, que luta contra a violência doméstica, incentiva vítimas a denunciarem. “Há mulheres com necessidade de ficar ao lado do agressor por questões econômicas, porque está acostumada ou mesmo por achar que a relação vai melhorar”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.