Luiz Stival diz que esposa deve disputar reeleição em Nova Veneza e se prepara para 2022

Político cita ainda como positivo o primeiro ano do governo de Ronaldo Caiado: “Está equilibrando as contas”

Foto: Reprodução / Instagram

Na cidade de Nova Veneza, Luiz Stival (PPS) coloca sua pré candidatura a depender da vontade da atual prefeita — e sua esposa — Patricia Amaral Fernandes (PSDB). Caso a tucana tente a reeleição, como o seu comportamento indica, Luiz Stival se diz contente em aguardar as eleições de 2022. Caso contrário, ele colocará seu nome para disputar o pleito. 

“Eu quero que ela vá à reeleição”, diz Luiz Stival, “pois eu estou como suplente e posso me preparar para as eleições de 2022 como deputado. Mas caso ela não queira, eu serei candidato.”

Como vantagens eleitorais, Luiz Stival cita a gestão criativa de Patricia Amaral Fernandes. “Mesmo com a escassez de recursos e dificuldades financeiras, a prefeita manteve a cidade limpa, bem cuidada, pagando rigorosamente os salários em dia, inclusive décimo terceiro e bônus de natal”.  Entretanto, Luiz Stival lembra, não há eleição fácil.

Por último, Luiz Stival reflete sobre a atuação de Ronaldo Caiado (Dem) em seu primeiro mandato como governador. “Fez um primeiro ano de ajustes e está equilibrando as contas”, comenta. “É claro que isso tem causado um trauma muito grande com a redução de recursos destinados ao interior. Mas é apenas um primeiro ano de ajustes. Agora, chegando o segundo ano do mandato terá de mostrar maior atuação”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.