Lucas Calil confirma saída do PSL após filiação de Bolsonaro

Principal escolha do deputado é o PP. Mas filiação ainda depende de uma definição clara sobre quem vai comandar o partido em Goiás

Montagem

Efeito colateral da filiação do presidenciável Jair Bolsonaro ao PSL, ratificada na quarta-feira (7/3), em Brasília, o deputado estadual Lucas Calil confirma seu desligamento do partido na próxima semana. Ele ainda não escolheu a nova sigla, mas admite que recebeu convites do PSDB, PSD e do PTB. “A única coisa certa é que vou deixar o PSL”, enfatiza.

Dono de 18.128 votos na eleição de 2014, o ex-secretário extraordinário da Juventude justifica a troca de partido pelo interesse em continuar na base aliada do governador Marconi Perillo (PSDB) de comum acordo com o projeto de reeleição para a Assembleia Legislativa. “Minha trajetória se confunde com a história de Marconi Perillo e não posso correr o risco de me tornar refém de um outro projeto político”, acrescenta.

Com base eleitoral em Goiânia e na Região Metropolitana, Lucas Calil admite que gostaria mesmo era de se filiar ao Partido Progressista (PP) por causa da afinidade política com o deputado federal Roberto Balestra e com o prefeito de Inhumas, Abelardo Vaz.

“Seria unir o útil ao agradável, mas ainda não existe uma definição clara sobre quem vai comandar o partido em Goiás. Se o PP continuar na base governista, serei o próximo filiado”, completa.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Geraldo Magela

Já vai tarde!