Loja da Havan é suspeita de cobrar preço abusivo em alimentos básicos

Ministério Público do Paraná instaurou procedimento administrativo para averiguar denúncias feitas no Procon

Foto: Marcelo Camargo/ABr

O Procon recebeu centenas de denúncias de que a unidade da Havan de Colombo (PR), estaria cobrando preços abusivos em itens da cesta básica. O Ministério Público do Paraná instaurou um procedimento administrativo para averiguar o caso.

Na loja da cidade paranaense, um pacote de 5 kg de arroz da marca Buriti é vendido a R$ 22,99, valor cerca de 60% superior aos outros comércio da região. Já a caixa de um litro de leite integral da marca Piracanjuba custa R$ 7,99, mais do que o dobro do valor cobrado em outros estabelecimentos.

O Procon-PR notificou a Havan na quarta-feira, 1º. A partir desta data, a empresa tem 10 dias para apresentar sua defesa e as notas fiscais de compra e venda dos produtos denunciados. A empresa pode ser multada em até R$ 8 milhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.