Listão dos 25 políticos que vão trocar de partido para disputar mandato em 2022

2 de abril é a data limite para que parlamentares possam mudar de partido e concorrer a um novo cargo político ainda este ano

Da esquerda para direita, a vereadora Sabrina Garcêz (PSD), o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha, o presidente da Alego, Lissauer Vieira (PSB), o deputado Paulo Trabalho (PSL) e o senador Luiz do Carmo (MDB) | Fotos: Reprodução

Ao chegar no ano de disputa política, parlamentares das esferas municipal, estadual e federal se preparam para a pleitear as eleições marcadas para o dia 2 de outubro de 2022 — daqui a oito meses e 13 dias. Com isso, desde o fim de 2021, dezenas de negociações e articulações ocorrem e estão para ocorrer até o dia 2 de abril, data-limite para que parlamentares possam mudar de partido e concorrer a um novo cargo político ainda este ano.

A janela partidária, no entanto, se estende apenas aos parlamentares em ano de fim de mandato: deputados estaduais e federais. Senadores e governadores podem mudar de partido independentemente da janela partidária. Vereadores, por outro lado, podem mudar de partido caso obtenham autorização do dirigente da legenda ou caso se encaixem nas exceções determinadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Entre elas, por exemplo, está a possibilidade dos parlamentares do DEM e do PSL migrarem a outras siglas, devido a fusão dos partidos em um só, o União Brasil.

Confira, em ordem alfabética, a lista de políticos que buscam uma nova legenda em 2022, para disputa da eleição

Cairo Salim (PROS)

Cairo Salim | Foto: Reprodução

Deputado estadual que busca reeleição, Salim já tomou a decisão de deixar o PROS. No momento, a negociação ocorre com o PSD, PP, MDB e Republicanos.

Chiquinho Oliveira (PSDB)

Chiquinho Oliveira

Na busca pela reeleição, o deputado estadual do PSDB busca deixar o partido tucano e está de olho no União Brasil, originário de uma fusão entre o DEM e o PSL.

Celio Silveira (PSDB) 

Célio Silveira

Assim como Chiquinho, o deputado federal Celio Silveira vai trocar o PSDB pelo MDB ou pelo União Brasil.

Claudio Meirelles (PTC)

Foto: Fábio Costa/Jornal Opção

Atualmente no PTC, o deputado estadual que visa entrar em uma chapa para deputado federal não encontrou prioridade para alcançar o objetivo na atual legenda. Apesar de estar aguardando a definição do prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha, a saída do PTC já é certa. Entre as possibilidades de novo partido, estão todas as siglas que atualmente negociam com o chefe do Executivo aparecidense. Entre elas, o Podemos, o PL, o PSB e o Republicanos (este partido tende a fechar aliança com o governador Ronaldo Caiado).

Delegado Humberto Teófilo (PSL)

Delegado Humberto Teófilo: deputado estadual | Foto: Assembleia

Para disputar o pleito, na tentativa de se reeleger, o deputado estadual deve sair do PSL. O PL, partido do presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), é uma possibilidade cotada pelo parlamentar.  Ele é cotado também para disputar mandato de deputado federal.

Delegado Eduardo Prado (DC)

Eduardo Prado | Foto: Reprodução

Em busca de reeleição, o deputado estadual deve sair do DC.

Gustavo Mendanha 

Gustavo Mendanha: editais no valor de 450 mil reais | Foto: Divulgação

Após deixar o MDB, o prefeito de Aparecida de Goiânia faz negociações com o Podemos, o PSB e o PL. No momento, a deputada federal Magda Mofatto o apoia no PL como possível candidato a governador do partido. 

José Nelto (Podemos)

Deputado José Nelto | Foto: Divulgação

O deputado federal tem três caminhos. Se conseguir montar chapa, fica no Podemos. Se não, há dois outros caminhos. O primeiro é ir para o União Brasil do governador Ronaldo Caiado. O segundo é o MDB de Daniel Vilela.

José Mário Schreiner (DEM)

José Mário Schreiner: deputado federal | Foto: Divulgação

No momento, o deputado federal tem intenção de deixar o DEM e é cotado para se filiar ao MDB.

Lissauer Vieira (PSB) 

O presidente da Assembleia Legislativa de Goiás vai disputar mandato de deputado federal este ano. Ele estaria praticamente acertado como PSD do ex-deputado federal Vilmar Rocha. Mas dois outros partidos disputam seu passe político — o PP do ex-ministro Alexandre Baldy e o DEM (quase União Brasil) do governador Ronaldo Caiado. 

Lucas Vergilio (Solidariedade) 

Lucas Vergílio, deputado federal | Foto: Divulgação

Com a possibilidade de deixar o Solidariedade, o deputado federal é cotado para se filiar pelo MDB. Mas, em suas bases, há quem diga que pode permanecer no SD.

Lucivaldo Medeiros (DEM)

Lucivaldo Medeiros, presidente da Câmara Municipal de Rio Verde | Foto: Câmara de Rio Verde

O presidente da Câmara de Rio Verde deve assumir o comando do MDB no município e será candidato a deputado estadual. Ele é bancado pelo prefeito Paulo do Vale (DEM).

Luiz Carlos do Carmo (MDB)

Com a decisão já tomada de deixar o MDB, o senador Luiz do Carmo já negocia com outras legendas. Já foi, inclusive, oficialmente convidado pelo PL para filiação.

Major Vitor Hugo (PSL)

Major Vitor Hugo: deputado| Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Com a grande possibilidade de deixar o PSL, o deputado federal Vitor Hugo é cotado para disputar o governo de Goiás. A chance é que ele vá para o comando do PL para disputar o pleito, no entanto, o cenário se mantém incerto, já que a atual líder do partido, Magda Mofatto, no Estado apoia Gustavo Mendanha para a corrida eleitoral. 

Major Araújo

Major Araújo, deputado estadual | Foto: Fernando Leite / Jornal Opção

Após deixar o PSL, o deputado estadual Major Araújo busca outro partido em prol de sua reeleição. 

Paulo Cezar Martins (MDB)

Paulo Cezar Martins: deputado estadual | Foto: Divulgação

O deputado estadual tem a intenção de deixar o MDB. No momento, é cotado tanto para o PL quanto pelo Podemos.

Paulo Trabalho (PSL) 

Deputado Paulo Trabalho / Foto: Y. Maeda

Ainda não sabe se irá disputar a reeleição, o cargo de deputado federal ou senador esse ano. No entanto, com a intenção de sair do PSL, ele foi chamado pelo DC para disputar uma vaga no Senado. O PL também é uma possibilidade, mas depende de quem vai ficar no comando do partido. Se for o Vitor Hugo, Paulo deve ir pro PL para disputar o Senado, a vaga de deputado federal ou reeleição. Ele ainda negocia internamente com outros dois partidos.

Ronilson Reis (Podemos)

Vereador Ronilson Reis | Foto: divulgação

O vereador de Goiânia pretende deixar o Podemos. Para tentar não perder o mandato, já judicializou a questão.

Rubens Marques (PROS)

Rubens Marques (Pros) | Foto: Alego

No momento, o deputado estadual tem a intenção de deixar o PROS e negocia com o PSD. No entanto, seu maior compromisso é com o governador Ronaldo Caiado (DEM), de modo que este irá ditar sua escolha, incluindo também a possibilidade de se integrar ao União Brasil. 

Sabrina Garcêz (PSD)

 Sabrina Garcêz: vereadora

Para disputar uma vaga na Câmara dos Deputados, pode ou não permanecer no PSD. No momento, é cotada pelo Republicanos e já foi convidada por diversas outras legendas. No entanto, sua condição para mudar de legenda é poder permanecer com o apoio ao pré-candidato ao Senado, Henrique Meirelles (PSD). 

Talles Barreto (PSDB)

Talles Barreto: deputado | Foto: Reprodução

Em busca de reeleição, o deputado estadual está em conversa com o PP, PSD, MDB e União Brasil. Não fica no PSDB.

Tião Caroço/PSDB

Deputado Tião Caroço (PSDB) | Foto: Alego

Após sair do PSDB, o deputado deve ir para o União Brasil. 

Virmondes Cruvinel (Cidadania)

Virmondes Cruvinel | Foto: Maykon Cardoso/Alego

Apesar de seu diálogo interno com o Cidadania ainda estar ocorrendo em prol de definições para o pleito deste ano, o deputado estadual que busca se reeleger é cotado tanto para o PSD quanto ao União Brasil. 

Wilder Morais (PSC)

O ex-senador pretende deixar o PSC.  Ele quer disputar mandato de senador. É intransigente quanto à questão.

Zé Carapô (DC)

Zé Carapô |Foto: Divulgação

Apesar de afirmar ter uma boa relação com o partido, a formação da chapa para reeleição de deputado estadual pode definir o próximo destino de Zé Carapô. No momento, ele negocia de forma independente com outras legendas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.