Lista: as 10 maiores cobras do mundo em fotos

Ranking se refere ao maior espécime encontrado e medido de cada uma das cobras relacionadas

Serpentes são fascinantes e assustadoras. Cobras gigantes levam isso a um grau exponencial. Dependendo da pessoa, há uma escala que vai do “maravilhar-se” ao “entrar em pânico” por encontrar uma pelo caminho. No ano passado, o fotógrafo Daniel De Granville filmou, na região de Bonito (MS), um exemplar imenso de uma sucuri (clique aqui para acessar o vídeo) quem tenha medo.

A sucuri também é chamada de anaconda e, com esse nome, preencheu o imaginário coletivo principalmente da região amazônica, como a maior cobra já existente no planeta. O cinema alimentou a lenda. Mas, é preciso dizer, há uma cobra ainda maior que a brasileira sucuri.

Listas de cobras e serpentes costumam variar – até porque não é fácil medi-las. Dessa forma, torna-se inviável saber o tamanho máximo exato de uma espécie. Então, é preciso lembrar que o ranking se refere ao maior espécime encontrado e medido de cada uma das cobras listadas.

10º lugar
Sucuri-de-manchas-escuras
(Eunectes deschauenseei)
Comprimento máximo: 3 metros
Família: Boidae
Habitat: pântanos e planícies

Sucuri: classificação, características, espécies - Mundo Educação

Sucuris ou anacondas são criaturas semiaquáticas, conhecidas por sua graça ao nadar – na verdade, o nome Eunectes significa “bom nadador”, em grego. É uma cobra existente apenas na América do Sul, com período de gestação de nove meses e média de 10 filhotes por ninhada. A sucuri-de-manchas-escuras é uma das quatro variedades distintas que podem ser encontradas em diferentes locais das Américas Central e do Sul.

9º lugar
Jiboia (Boa constrictor)
Comprimento máximo: 4,3 metros
Família: Boidae
Habitat: tocas terrestres secas e tropicais

Boa constrictor : Jiboia-Constritora | SiBBr

Uma cobra pacífica. Assim pode ser considerada a jiboia, muito encontrada no Brasil. Não é venenosa e é muito conhecida por seu método singular de caça, ao agarrar as presas e espremê-las até sufocar – geralmente ratos e outros pequenos roedores. Essas cobras também ostentam marcas distintas em forma de sela em suas costas, ficando mais escuras e mais pronunciadas em direção à cauda. Os detalhes dos padrões e as colorações gerais das cobras podem variar muito.

8º lugar
Sucuri-amarela (Eunectes notaeus)
Comprimento: 4,6 metros
Família: Boidae
Habitat: pântanos e rios

Pantanal selvagem - sucuri amarela (Eunectes notaeus) | Flickr

A sucuri-amarela é um parente extremamente próximo da sucuri-verde e ostenta uma impressionante cor verde-amarelada, com manchas ovais pretas em suas escamas. O padrão preto e amarelo em cada cobra é único para o indivíduo e os ajuda a se misturar com a vegetação. As sucuris-amarelas são ótimas nadadoras e passam a maior parte do tempo dentro ou perto da água. Muitas pessoas matam sucuris, temendo-as como devoradoras de humanos, mas não há evidências de que elas comam pessoas.

7º lugar
Boa-cubana (Chilabothrus angulifer)
Comprimento: 4,8 metros
Família: Boidae
Habitat: Florestas tropicais secas e arbustivas

Hroznýšovec kubánský | Zoo Brno

Como o próprio nome sugere, é uma cobra encontrada em Cuba, bem como nas ilhas vizinhas, como os arquipélago de Colorados e Sabana-Camaguey. Infelizmente, muitas pessoas, por medo, matam essa grande cobra, colocando seu status de conservação quase ameaçado, apesar de sua resiliência e capacidade de viver em áreas habitadas por humanos. Acredita-se que essa cobra tenha sido um dos principais predadores na ilha de Cuba antes da chegada dos humanos. Um estudo lançado em 2017 documentou que boas-cubanas podem caçar em bando.

6º lugar
Píton-birmanesa (Python bivittatus)
Comprimento: 5,74 metros
Família: Pythonidae
Habitat: pântanos gramíneos e selvas

CalPhotos: Python bivittatus progschai; Dwarf Burmese Python

Essa espécie é nativa do sudeste da Ásia, mas frequentemente introduzida de forma invasiva em outras áreas. As pítons-birmanesas são frequentemente apanhadas como animais de estimação por causa de suas belas marcas, mas são conhecidas por atacar quem as manipula e crescer além do que podem suportar para seus cuidados. Passam grande parte de sua juventude nas árvores, mas depois se movem para o chão à medida que envelhecem e ficam mais pesadas. Depois de ser importada por particulares para a Flórida, passou a se reproduzir longe de seu habitat. Hoje, estima-se que haja 100 mil pítons-birmanesas naquele Estado dos EUA.

5º lugar
Píton-indiana (Python molurus)
Comprimento: 6,4 metros
Família: Pythonidae
Habitat: florestas, pântanos e vales fluviais

Città Sant'Angelo, pitone di 4 metri fugge da casa - Pescara - Il Centro

A píton-indiana tem uma coloração visivelmente mais clara que a birmanesa e uma natureza bastante tímida. São também relativamente lentas e, embora possam viver em uma ampla variedade de habitats, sempre precisam de uma fonte de água permanente. Essas pítons caçam emboscando suas presas e depois se enrolando nelas e as esmagando, não precisando de outra refeição por semanas ou até meses depois. São cobras que vivem vidas solitárias, com exceção da época de acasalamento.

4º lugar
Píton-africana (Python sebae)
Comprimento: 7,5 m (25 pés)
Família: Pythonidae
Habitat: savanas e pastagens

African Rock Python -

Conhecidas também como pítons-das-rochas, são as maiores cobras da África e costumam usar a água para se camuflar, descansando logo abaixo da superfície enquanto esperam suas presas. Quando essas pítons são jovens, comem presas menores, como pássaros e roedores. Na idade adulta, comem qualquer coisa viva – de javalis e aves aquáticas a macacos e crocodilos. Para se reproduzir, elas procuram tocas abandonadas para depositar de 20 a 100 ovos e se enrolam em torno delas até eclodirem.

3º lugar
Píton-ametista (Simalia amethistina)
Comprimento: 8 metros
Família: Pythonidae
Habitat: florestas tropicais

Simalia amethistina - Wikipedia, la enciclopedia libre

Juntamente com seu comprimento impressionante, a píton-ametista é conhecida principalmente por suas cores impressionantes. Essa píton é mais magra do que muitos de seus parentes mais volumosos, o que significa que sua dieta é restrita a animais menores, como morcegos frugívoros, lagartos e gambás. Como é o caso de muitas espécies grandes de cobra, a píton-ametista passa mais tempo nas árvores quando é mais jovem, eventualmente passando mais tempo no chão e na água à medida que cresce, como outras pítons. Embora a ametista não esteja diretamente ameaçada como espécie, seu habitat na floresta tropical está ameaçado pela extração de madeira.

2º lugar
Sucuri-verde (Eunectes murinus)
Comprimento: 8,8 metros (29 pés)
Família: Boidae
Habitat: florestas tropicais

O dilema de conviver com sucuris - ((o))eco

A sucuri-verde ou anaconda-verde é aquela que vem à mente quando a maioria das pessoas pensa em anacondas – como a do famoso filme que Hollywood produziu em 1997. É a cobra mais pesada do planeta. Outra característica incomum dessas cobras é que as fêmeas são significativamente maiores que os machos – e quanto maior a cobra, mais descendentes nascem com cada ninhada de ovos. A enorme sucuri-verde se alimenta de capivaras, jacarés, veados e animais ainda maiores, como onças. Frequentemente, ela embosca sua presa caindo das árvores sobre ela.

1º lugar
Píton-reticulada (Malayopython reticulatus)
Comprimento: 10 metros
Família: Pythonidae
Habitat: florestas tropicais, bosques e pastagens

Reticulated python (Python reticulatus) | U.S. Geological Survey

A píton-reticulada é a maior cobra mais longa do mundo. Seu mais longo espécime foi encontrado em Celebes, na Indonésia, em 1912 e o registro está no Guiness Book. É um animal nativo do sudeste e sul da Ásia e recebeu o nome dos lindos padrões que são exibidos em suas escalas. As pítons-reticuladas costumavam ter a reputação de serem mal-humoradas e um pouco agressivas, mas desde então se tornaram mais conhecidas como animais de estimação. Em cativeiro, essas cobras são altamente inteligentes, bem como descontraídas e de custo de manutenção relativamente baixo. Gostam de se esconder sob o mato para surpreender suas presas.

2 respostas para “Lista: as 10 maiores cobras do mundo em fotos”

  1. LINDOS ANIMAIS!! SERIA IMPORTANTISSIMO SE OS HOMES NÃO INVADISSEM SEUS HABITATS NATURAIS TENDO EM VISTA O SÉRIO RISCO DE EXTINÇÃO.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.