Lissauer Vieira nega que tenha conversas para ser candidato: “só bastidores”

Presidente da Alego filiou-se ao PSD, mas garante que não tem planos para disputar eleições

A filiação do presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Lissauer Vieira, ao PSD na terça-feira, 29, alimentou uma série de questões sobre uma possível retomada ao plano de ser candidato, abandonado após questões familiares. Questionado sobre a mudança de foco, no entanto, ele é enfático: “Só bastidores”, garante.

Após a morte do pai em 21 de fevereiro, Lissauer reavaliou os planos para 2022, deixando de lado a intenção de ser candidato a deputado federal ou senador. Na ocasião, declarou que precisava priorizar a família e, pouco tempo depois, confirmou apoio ao pré-candidato Dannillo Pereira (Patriota), que deixou a vice-prefeitura de Rio Verde para que possa concorrer a uma vaga de deputado federal,

O nome de Lissauer surgiu como possível indicado a uma disputa por vaga ao Senado, principalmente em meio ao cenário de indecisão do Secretário da Fazenda do Governo de São Paulo, Henrique Meirelles. Em meio às dúvidas sobre a confirmação do nome de Meirelles, a filiação do presidente da Alego alimentou conversas de indicação de seu nome como substituto à vaga. As negociações, inclusive, teriam sido listadas por Meirelles como ponto importante para sua insatisfação e demora pra confirmação de candidatura.

Apesar disso, Lissauer garante que seu posicionamento ainda é de manter-se fora da disputa. “Eu não estou conversando com ninguém e mantenho o meu posicionamento anterior”, garantindo que não tem intenções de participar das eleições em outubro.

Ainda que ele negue o projeto, porém, segue trabalhando junto ao partido para ajudar na constituição das chapas de pré-candidatos a deputado federal e estadual pelo PSD. No último sábado, 26, um deputado chegou a comentar a movimentação nos bastidores. “Lissauer Vieira articula mais agora do que quando dizia que era candidato a deputado federal”, declarou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.