Lissauer Vieira é eleito presidente da Alego, em votação tumultuada

Deputado disputou contra Humberto Teófilo. A votação fechou em 37 votos a quatro

O deputado estadual Lissauer Vieira (PSB) foi eleito presidente da Assembleia Legislativa em votação realizada em sessão preparatória nesta sexta-feira, 1º. A votação foi marcada por tumultos, culminados com a candidatura em cima da hora da chapa de Humberto Teófilo (PSL).

Junto do presidente eleito, disputam a vice-presidência Dr. Antônio (DEM), segundo vice-presidente, Rafael Gouveia (DC). Além disso, Cláudio Meirelles, Júnior Pina, Gustavo Sebba e Iso Moreira (DEM) ocuparão, respectivamente, as primeira, segunda, terceira e quarta secretaria.

Na oposição estava o candidato à presidência Humberto Teófilo (PSL), com Paulo Trabalho (PSL) postulando à vice, com apoio do novato Amauri Ribeiro (PRP), que chegou a publicar vídeo durante a semana criticando a articulação em volta de Lissauer.

No início da votação, o deputado Álvaro Guimarães (DEM), que era favorito de Caiado para o cargo, votou em Lissauer e se explicou: “Quando eu era candidato, ele fez um discurso bonito aqui apoiando minha candidatura”. O democrata retirou seu nome da disputa na última semana, após parlamentares postularem o nome do peessebista por mais independência do Legislativo.

A sessão foi marcada por tumultos. Deputados novatos, que não eram candidatos ao cargo principal, pediam questão de ordem para falar e foram impedidos pelo presidente em exercício Henrique César (PSC) e o secretário em exercício, Humberto Aidar (MDB). Na galeria também houve confusão durante os votos.

Mesmo após o resultado, o derrotado Humberto Teófilo (PSL) tentava falar, assim como Amauri Ribeiro (PRP), e eram constantemente impedidos pela mesa. “Se essa Casa tivesse independência, não estaríamos na situação que estamos agora”, afirmou Ribeiro. A Casa agora vota os demais cargos.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.