Lideranças tucanas de ao menos 10 estados estariam articulando o lançamento do nome do ex-governador Marconi Perillo para a direção nacional do PSDB. A legenda, atualmente, é presidida pelo governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, que deve deixar o comando no final do mês.

Conforme apurado pela Folha de S. Paulo, a movimentação em torno do nome de Marconi envolve os diretórios de Goiás, Paraná, Pará, Minas Gerais e Rio de Janeiro, além de uma parcela dos paulistas, já que o diretório local estaria rachado.

A decisão final será tomada na convenção nacional do PSDB, que deve acontecer no dia 30 de novembro, em Brasília.

Leia também:

Falta de sintonia com o presente “retira” Marconi Perillo da história atual de Goiás

Suplente de Kajuru opera chapa de vereador em Goiânia para o PSDB de Marconi Perillo