Líder nas pesquisas, Ronaldo Dimas decide voltar ao PL

Pré-candidato garante respaldo do presidente Jair Bolsonaro e lidera uma ampla aliança para a eleição estadual

Pré-candidato ao governo se encontrou com Tiago Dimas, Valdemar Costa Neto e Eduardo Gomes | Foto: Divulgação

Em reunião em Brasília na quinta-feira, 31, o pré-candidato a governador e ex-prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, acertou o retorno ao PL. O encontro contou com a presença do deputado federal Tiago Dimas (Podemos) e do presidente nacional do PL, Valdemar Costa Neto, e do senador Eduardo Gomes, líder do governo no Congresso Nacional. Com o retorno ao PL, partido o qual Dimas foi filiado por mais de uma década, disputando a Prefeitura de Araguaína com duas vitórias consecutivas (2012 e 2016), o pré-candidato sacramenta a aliança política com o presidente Jair Bolsonaro, que vai buscar mais um mandato concorrendo pelo partido.

“O governo federal, através da Bancada Federal, do líder e senador Eduardo Gomes, é quem vem garantindo os investimentos no Tocantins, as principais ações em prol da população e dotando os municípios de recursos. Do jeito que o Estado está sendo administrado, o retrocesso seria ainda maior sem o apoio da gestão liderada pelo presidente Bolsonaro. Nós temos que mudar esse quadro para mudar completamente o Tocantins a partir de janeiro do ano que vem”, justifica Dimas. Para o pré-candidato a governador, com a etapa de filiações partidárias superada, o trabalho agora será na montagem da aliança que fortalecerá o grupo já em formação.

“Ninguém governa e nem transforma nada sozinho. Nós temos líderes, um grupo de pessoas qualificadas no PL, no Podemos e em vários outros partidos. E com essas pessoas que vamos trabalhar”, acrescenta Dimas. Segundo ele, o foco agora é montar uma ampla aliança eleitoral que dê condições de governabilidade e de parcerias políticas-administrativas. Isso, para ele, possibilitará “uma transformação completa do Tocantins”.

O presidente nacional do PL, Valdemar Costa Neto, afirmou que Ronaldo Dimas sempre será bem-vindo ao partido. “Ronaldo foi um grande prefeito de Araguaína, um grande deputado federal e vai ser um grande governador. Um político que consegue reunir o número de partidos que ele conseguiu, já tem a metade da campanha pronta”, frisou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.