Líder diz que tem apoio para derrubar pedido de impeachment contra Iris no plenário

Oposição vai recorrer da decisão do presidente da Câmara, Andrey Azeredo (MDB), de arquivar o requerimento sem consultar os demais vereadores

O vereador líder do prefeito Iris Rezende (MDB) na Câmara Municipal de Goiânia, Tiãozinho Porto (PROS), disse em entrevista que vê com tranquilidade a possibilidade de ser colocado em votação no plenário o prosseguimento da denúncia contra o prefeito. Na semana passada, o vereador Jorge Kajuru (PRP) protocolou um pedido de impeachment que foi arquivado na última segunda-feira (4/6) pelo presidente da Casa, Andrey Azeredo (MDB).

“Se a oposição pedir para que venha a plenário, vejo com tranquilidade porque acredito que teremos maioria tranquilamente. É até bom que arquivaria de vez e tiraria essa ideia de debate”, sentenciou o vereador do PROS.

O líder do prefeito avalia que nem mesmo a oposição está completamente favorável ao processo. “Mesmo vereadores da oposição acham que isso não deveria prosperar. Eles dizem que têm o apoio de 9 ou 10, mas ao menos quatro já me disseram que não querem o impeachment”, afirmou Tiãozinho.

Com o arquivamento por decisão do presidente, vereadores de oposição declararam que devem recorrer. Para eles, o plenário deveria decidir sobre o prosseguimento ou não da denúncia. Eles tomam como exemplo, o rito seguido em 2014, quando foi protocolado na Casa um pedido de afastamento do então prefeito Paulo Garcia. Na ocasião, o então presidente Clécio Alves (MDB) colocou o requerimento em votação e o mesmo acabou arquivado com apenas nove votos favoráveis ao prosseguimento.

Deixe um comentário