Líder de seita é preso em Caiapônia por abusar de crianças

Crimes eram relatados em diário do agressor, que disse à polícia que cometeu os atos enquanto estava incorporado

Foto: Polícia Civil

Um líder de uma seita foi preso, na manhã desta sexta-feira, 4, por abusar sexualmente de três crianças de 7, 10 e 13 anos de idade, durante rituais em um acampamento, às margens da GO-221, em Caiapônia, Goiás.

Segundo o delegado responsável, Marlon Souza, as vítimas eram levadas pela avó para serem abusadas sob a promessa de que ela enriqueceria. Quem suspeitou foi a mãe das crianças, que percebeu uma mudança no comportamento e estranhou a insistência da avó para ficar com elas.

A matriarca também foi presa. Há indícios, ainda, de que os rituais eram de magia negra e o agressor alegou que cometia os crimes quando estava incorporado por entidade.

Os atos de violência sexual foram relatados em diários do líder, que foram apreendidos pela polícia para análise. Nele eram descritos as formas com que os abusos eram cometidos, com registros, inclusive, de penetração em duas das crianças.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Vivian

Inadmissível esta conduta! Alguns seres humanos conseguem ultrapassar todos os limites, abusar de crianças indefesas, e ainda ser capaz de esconder, ou justificar este crime, usando motivos religiosos é uma verdadeira monstruosidade. Cadeia nele!

João Bosco

esse cidadão morava em Piranhas, não vale nada