Líbia: avião é sequestrado, desviado para Malta e passageiros são libertados

Sequestradores afirmam ter uma granada na mão e se dizem dispostos a explodi-la na aeronave com os tripulantes caso suas exigências não sejam atendidas

Sequestrador liberou passageiros, mas manteve tripulação refém | Foto: Reprodução

Sequestrador liberou passageiros, mas manteve tripulação refém | Foto: Reprodução

Um avião da companhia aérea Afriqiyah Airways que fazia um voo interno na Líbia foi sequestrado nesta sexta-feira (23/12) e desviado para Malta. O Airbus A320 estaria com 118 pessoas a bordo.  Segundo a imprensa local, dois sequestradores ameaçaram explodir a aeronave.

O primeiro-ministro de Malta, Joseph Muscat, confirmou o caso no Twitter. “Informado da possível situação de sequestro em um voo interno líbio desviado para Malta. Operações de segurança e emergência em espera”, escreveu.

Um dos sequestradores disse que era “pró-Gaddafi” e que iria deixar todos os passageiros deixarem o Airbus, mas caso suas exigências não fossem atendidas. As exigências, entretanto, estão incertas. O ex-líder líbio Muammar Gaddafi foi morto em um levante em 2011 e o país tem sido atormentado por violência de facções desde então.

Tropas tomaram posições a poucas centenas de metros de onde o avião pousou e ninguém foi visto deixando ou entrando na aeronave. Os motores do avião ainda estavam ligados 45 minutos depois do pouso na manhã desta sexta-feira (23). Outros voos do aeroporto de Malta foram cancelados ou desviados. (Com agências)

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.