Levantamento diz que governo Bolsonaro é o que menos aprova projetos no Congresso

Luiz Inácio Lula da Silva bate o recorde de maior aprovação em 2007, ano em que 90,5% do que enviou ao Legislativo foi emplacado

Pesquisa realizada pelo Observatório do Legislativo Brasileiro (OLB) mostrou que o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) é o que vêm obtendo pior desempenho quanto a aprovação de projetos enviados ao Congresso Nacional desde a redemocratização. Em 2021, apenas 29,1% das propostas enviadas ao legislativo foram aprovadas, porcentagem pior que em seu primeiro ano de mandato, em 2019, quando obteve 30% de aprovação.

O no de início da pandemia foi o que Bolsonaro obteve maior êxito quanto a aprovações de matérias no Congresso, tendo sido emplacado 42,9% do que foi enviado ao Legislativo. Entre o que foi aprovado em 2020, estiveram o auxílio emergencial e o orçamento de guerra. Antes de Jair Bolsonaro, o ano de reeleição de Dilma Rousseff – 2014 – havia sido o pior em conversões no legislativo.

Por outro lado, 2007, durante o governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), foi o ano com maior taxa de aprovação de projetos no Congresso Nacional – 90,5%.

O observatório é responsável por monitorar o “sucesso” do Executivo, através de uma análise do que é apresentado pelo governo e aprovado no mesmo ano no Legislativo, em relação às demais propostas que passam pelo Congresso Nacional. O OLB é composto de pesquisadores do Instituto de Estudos Sociais e Políticos (Iesp), vinculados a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.