Levantamento aponta que abastecer com etanol compensa mais que gasolina

Mesmo em alta, renovável ainda está mais competitivo e motoristas aumentaram a procura nos postos

Baseado em dados do último levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), finalizado no último sábado, 9, o etanol ainda compensa mais do que a gasolina em Goiás, Minas Gerais e São Paulo. Para os goianos, o preço médio é o mais antagonista do Brasil, o que representa 66,97% do preço do derivado de petróleo.


O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado de Goiás (Sindiposto), Márcio Andrade, explica que o consumidor amplia a busca pelo biocombustível por perceber a diferença de valor. Em regra geral, o etanol compensa mais para abastecer quando o litro custa menos que 70% do valor da gasolina.


Márcio esclarece que o perfil das vendas nos postos de combustíveis ficam em cerca de 65% ao renovável e 35% para a gasolina. No entanto, o progresso foi lento, porque desde fevereiro deste ano Goiás apresenta maior vantagem aos motoristas selecionar o biocombustível.


Em virtude do aumento da procura, ocasionou dificuldades de algumas revendas encontrarem o combustível. Ainda assim a entidade informa que não há falta de produto no mercado, especialmente porque os grandes distribuidores estão com maior oferta. Andrade afirma ainda que a situação é considerada mais favorável aos donos de postos de combustíveis, pois com a mercadoria mais competitiva o giro de estoque supre mais por necessitar de menor aporte de dinheiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.