Leonardo Vilela é eleito presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde

Goiás foi citado por inúmeros secretários de Estado como referência na área da saúde, em especial pela gestão dos hospitais por OSS e implantação do Conecta SUS

Divulgação

A assembleia do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) dessa quarta 21/03, teve como pauta a eleição da nova diretoria do Conselho que reúne todos os secretários de saúde dos estados brasileiros. O ex-presidente Michele Caputo Neto, secretário do Paraná, indicou o secretário Leonardo Vilela para a presidência.

O secretário Ricardo de Oliveira do Espirito Santo, no encaminhamento de voto, disse que o Conass, que tem forte atuação técnica, deve caminhar mais em torno de uma atuação política. “Avançar nessa esfera de articulação é essencial para o avanço do SUS”, disse Oliveira.

O secretário de Saúde do Rio Grande do Sul João Gabardo dos Reis destacou a larga experiência do secretário Vilela na administração pública: “Ele foi secretário de Estado em quatro áreas distintas e foi três vezes deputado federal e apesar dessa qualificação, tem um comportamento ponderado, tranquilo” .

O secretário de saúde do Distrito Federal Humberto Fonseca destacou que a maioria dos estados já visitou a Secretaria de Estado da Saúde de Goias para troca de experiências. Segundo ele, o trabalho conjunto desenvolvido na Sala Interfederativa de combate ao Aedes, aproximou Goiás e DF, num modelo exitoso de atuação integrada dos secretários de saúde.

Aclamação

“Essa aclamação é simbólica de algo que o Brasil precisa muito, que é de unidade. Cada um quer hoje fazer a defesa de si próprio, de suas ideias e de seus interesses. Apesar de ter sido sondado para uma disputa, decidi apoiar o secretário Leonardo por também representar esse desejo de unidade” disse o secretário José Iran Costa do Pernambuco.

“Temos uma necessidade sim, de aproximação com o Congresso Nacional porque os problemas de saúde são desafios comuns de todos nós: mais recursos, o controle dos acidentes de trânsito que tanto impactam a assistência, evolução tecnológica e tantos outros aspectos; o secretário Leonardo tem o perfil talhado para essa luta” disse o secretário de Rondônia Williames Pimentel.

“O secretário Leonardo já tem uma forte liderança na saúde pública brasileira, estamos reconhecendo isso, elegendo-o para presidir o Conass disse o secretário Luiz Antônio de Souza Júnior, do Rio de Janeiro.

Todos os demais secretários frisaram que o Conass é uma fortaleza na luta pela garantia da saúde pública no Brasil pois representa o posicionamento uníssono em torno dos imensos desafios a serem superados no território nacional para consolidar o SUS.

Representação

A inovação de Goiás com o modelo de gestão com as organizações sociais e com a implantação do Conecta SUS (que já tem um “filho no Tocantins), também foram citados pelos secretários como exemplos de uma gestão aberta e transparente do Governo de Goiás independente de questões partidárias.

Aclamado pelos 26 secretários de saúde, Leonardo Vilela ao agradecer a confiança dos colegas, destacou que a política cresce quando o interesse público se sobrepõe e prevalece. A saúde é uma grande demanda da população brasileira e tem a capacidade de despertar a atenção para a soma de esforços.

“É muito gratificante fazer parte desse colegiado, que um dos mais qualificados de que já participei. De fato, precisamos canalizar o potencial político do Conass junto ao Congresso e suas comissões, onde se definem as políticas que serão ou não, aliadas dos gestores da saúde, disse Vilela.

“Quando temos coerência na conduta e nas propostas, alcançamos credibilidade para avançar nas conquistas tão caras à qualidade de vida da população. Permanecemos unidos nesse objetivo ”, finalizou ele. A posse do novo presidente deverá ser no dia 24 de abril.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.