Lei que regulamenta imóveis públicos ocupados por templos religiosos é sancionada em Aparecida

“Essa sanção é importante para os fiéis, para o povo e acima de tudo para a cidade e para o bom trabalho que as entidades exercem no município”, disse o prefeito

Foto: Enio Medeiros

Responsável por regularizar imóveis públicos ocupados por igrejas, mosteiros, terreiros, etc. de Aparecida da Goiânia, a Lei Municipal 3.480, de 24 de junho de 2019, foi sancionada pelo prefeito Gustavo Mendanha (MDB), nesta segunda-feira, 1º. Estão contemplados os templos religiosos consolidados até 31 de dezembro de 2016.

Entre outros, a Legislação abarca igrejas, mosteiros, sinagoga, terreiro, centro espírita, centro catequese, convento, casa paroquial e congêneres. “Essa sanção é importante para os fiéis, para o povo e acima de tudo para a cidade e para o bom trabalho que as entidades religiosas vêm exercendo no município”, disse Gustavo sobre a regulamentação, que trará regras para as ações posteriores a esta Lei.

Para Olavo Noleto, secretário chefe da Casa Civil que intermediou as audiências com a Câmara e, também, Ministério Público e representantes de entidades religiosas, o povo de Aparecida tem muita fé, religiosidade e trabalho social. “A regularização vai fortalecer as entidades religiosas para que possam continuar com os trabalhos sociais e de fé no município”, afirmou.

Religiosos

Para o padre Victor Simão dos Santos, que cuida da Paróquia São João Batista, no Setor Colina Azul, a sanção da Lei é histórica e esperada há muito tempo. “Isso é importante para que as igrejas tenham a sua segurança para continuar o seu trabalho de evangelização e o trabalho social que é desenvolvido”, destacou.

Quem também ficou satisfeito foi pastor Romeu Ivo, presidente da Igreja Esperança. “Gratos a Câmara de Vereadores e ao prefeito Gustavo pelo projeto de regularização. Isso vem trazendo para nós um senso de conquista do bem, que as entidades religiosas vêm fazendo para o município. Nada mais justo do que celebrar aquilo que ao longo dos anos estamos provendo para a cidade”, finalizou.

Cita-se, que a sanção se deu em uma solenidade com presença destes líderes religiosos, além do vice-prefeito Veter Martins, vereadores, o arcebispo de Goiânia, Dom Washington Cruz, líderes espíritas e outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.