Latam demite funcionário identificado em vídeo de assédio na Rússia

Companhia área confirmou identidade de funcionário em mais uma gravação polêmica de brasileiros no Mundial da Rússia

*Atualizada às 15 horas

A Latam resolveu demitir nesta quarta-feira (20/6) o funcionário Felipe Wilson, identificado em vídeo polêmico em que aparece assediando três mulheres na Rússia, durante a Copa do Mundo. As informações são do site UOL.

Mais cedo, a companhia aérea havia confirmado a identidade do funcionário e respondeu a internautas, via Twitter, que vinha apurando os fatos.

Na gravação, Felipe aparece junto com outro homem e pede às mulheres, que não falam português, para repetirem a frase ‘eu quero dar a b… para vocês’. Ao final, os brasileiros comemoram a fala das moças.

Em nota, a Latam afirma que “repudia veementemente qualquer tipo de ofensa ou prática discriminatória e reforça que qualquer opinião que contrarie o respeito não reflete os valores e os princípios da empresa”. A empresa afirma, ainda, que “tomou as medidas cabíveis, conforme seu código de ética e conduta.”

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.