Após dois meses de investigação, laboratório de refino de cocaína é desmontado em Aparecida de Goiânia

Operação foi deflagrada por policiais do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (Genarc). Em outro caso, dois traficantes da droga em Morrinhos foram presos

Um laboratório de refino de cocaína foi desmontado no Setor Mansões Paraíso, em Aparecida de Goiânia, pelo Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (Genarc), no início da noite de terça-feira (15/7). No local, foram encontradas 800 gramas de escama de peixe (cocaína pura), 700 gramas de cocaína misturada, um quilo de maconha, um quilo de pasta base e 50 kg de ácido bórico.

Geraldo Cordeiro da Silva, de 29 anos — ele possui duas passagens por tráfico de entorpecentes e um mandado prisão em aberto –, e Fábio Divino da Silva, 31, foram presos. Os policiais apreenderam ainda dinheiro vivo (o valor ainda não foi contado), quatro balanças de precisão, três aparelhos celulares e um revólver calibre 38.

A operação foi desencadeada após 60 dias de investigação da Polícia Civil. Sem estimar números, o delegado Germano César de Castro Melo, coordenador do Genarc, disse ao Jornal Opção Online que o prejuízo para os traficantes foi alto, já que a quantidade cocaína pura e de ácido bórico apreendida foi alta.

Mais traficantes presos em Morrinhos

Dois homens foram presos em Morrinhos, na Região Sul do Estado, pelo Genarc de Itumbiara na tarde de terça-feira. Lucas Antônio dos Santos, de 29 anos, e Eduardo Matias Elias de Andrade, 28, são suspeitos de serem os principais traficantes de cocaína nos bairros Monte Verde e Setor Cristo.

A polícia chegou aos criminosos após monitoramento, em que Eduardo foi identificado como o responsável pela guarda e depósito de droga em sua casa, enquanto Lucas realizava a compra e distribuição de entorpecentes em bocas de fumos. Na operação, foram apreendidas 13 porções de pasta base, além de crack e cocaína.

A dupla confessou a prática dos crimes e foi conduzida à Genarc. Lucas já tem antecedente criminal por tráfico de drogas e havia sido preso em 2006. Os dois foram encaminhados para o presídio de Morrinhos, onde permanecerão à disposição da Justiça.

Eles foram autuados pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, cuja pena máxima chega a 25 anos de reclusão.

Gernarc de Itumbiara, na Região Sul do Estado, prendeu principais traficantes de cocaína de dois bairros de Morrinhos | Foto: Divulgação/Polícia Civil

Gernarc de Itumbiara, na Região Sul do Estado, prendeu principais traficantes de cocaína de dois bairros de Morrinhos | Foto: Divulgação/Polícia Civil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.