Laboratório alertou Naçoitan sobre inexistência de exame para comprovar vacinação contra Covid-19

Prefeito de Iporá divulgou vídeo em que realiza exame para provar que não furou fila da vacina contra Covid-19, mas ele foi avisado de que o teste não é capaz de fazer esse tipo de confirmação

Foto: Reprodução

O prefeito de Iporá, Naçoitan Leite (PSDB), esteve em um laboratório particular do município para realizar teste no intuito de provar que não se vacinou contra Covid-19. A esposa do prefeito, Hayzza Haytt, e a secretária de municipal de saúde, Daniela Sallum, também realizaram o exame.

O MP apura a denúncia do suposto desvio de vacinas em Iporá. De acordo com as denúncias de vereadores, Naçoitan e pessoas próximas teriam recebido imunização contra a Covid-19, sem fazer parte dos grupos prioritários de vacinação.

O prefeito alega que as informações são infundadas e aponta perseguição por parte dos vereadores.

O que diz o laboratório

Procurado pela reportagem, o laboratório informou que alertou o prefeito Naçoitan sobre a inexistência, até o momento, de um teste capaz de atestar se uma pessoa foi vacinada contra Covid-19. No entanto, mesmo diante da explicação, o gestor teria insistido na realização do teste e filmado toda a ação. O vídeo, segundo o laboratório, foi editado, sendo retirada a parte em que o responsável explica que o teste não serve para comprovar a vacinação.

“Os testes sorológicos para Covid-19 são testes para detecção de anticorpos das classes IgA, IgM, e IgG produzidos pelo organismo após a infecção pelo Coronavírus 19. São exames que podem ser utilizados para auxílio diagnóstico da infecção pelo SARS-CoV-2, desde que suas restrições sejam conhecidas e os resultados interpretados corretamente”, esclareceu o laboratório.

Leia a nota na íntegra:

Entenda o caso

A vereadora de Iporá, Heb Keller Fernandes (Republicanos) afirmou que recebeu uma denúncia, no dia 29 de janeiro, de uma moradora que avistou um carro da Secretaria Municipal de Saúde parando na frente da casa do irmão do prefeito, Adailto Antônio. Ela disse ainda ter visto uma enfermeira entrando na residência com uma caixa de isopor, que poderia ter doses de vacina contra Covid-19.

Em um vídeo, o vereador Moisés Magalhães (Republicanos) tentou registrar a denúncia, que acabou em confusão com servidores e com o próprio prefeito Naçoitan. Os vereadores chamaram a Polícia Militar, que foi até o local.

Segundo consta no boletim de ocorrência, o prefeito Naçoitan recebeu os policiais e os convidaram a entrar na residência. A equipe policial, no entanto, não encontrou vacinas, caixas térmicas ou seringas. Logo depois, o carro da secretaria de saúde saiu sem a enfermeira.

A vereadora Heb Keller afirma que logo após o incidente, quando os policiais haviam ido embora, conseguiu registrar a saída da enfermeira da residência. O vereador Moisés Magalhães, no mesmo momento, foi verificar se a enfermeira estava na unidade de saúde na qual atua e não a encontrou por lá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.