Kelly Bolsonaro e filhos são agredidos por companheiro em Brasília

Preso, Jonas Monteiro foi acusado de enforcar e espancar a esposa; violência doméstica aconteceu no Gama

Conhecida como Kelly Bolsonaro, a suplente de deputado distrital Kelly Cristina dos Santos foi agredida pelo marido, Jonas Monteiro Ferreira Neto, na noite dessa sexta-feira, 8, no Gama, em Brasília. O agressor foi preso pelo 26º Batalhão de Polícia Militar do Distrito Federa (PM-DF).

Informações foram confirmadas ao site Metrópoles por testemunhas que ouviram gritos de socorro vindo da casa de Kelly. Monteiro teria espancado, além da mulher, os três enteados. A suplente teria sido enforcada pelo companheiro e ainda ficou com um hematoma nas costas, depois de ser atingida por um chute do agressor.

Todos foram encaminhados para a 20ª Delegacia de Polícia Civil do Distrito Federal (PC-DF), localizada no Gama Oeste. A vítima já solicitou às autoridades medidas protetivas e, na sequência, compareceu ao Instituto Médico Legal (IML), para se submeter a exame de corpo de delito.

Monteiro fez pedido de pagamento de fiança, mas foi pelo delegado responsável pelo caso negou. Assim, ele segue detido à disposição da Justiça.

Kelly Bolsonaro é suplente do deputado Daniel Donizet (PL), em 2018, ela teve 5.412, e chegou a assumir a cadeira na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) em 2019, por 120 dias, quando o titilar saiu para assumir o cargo de administração do Gama.

Uma resposta para “Kelly Bolsonaro e filhos são agredidos por companheiro em Brasília”

  1. Avatar Elizabete Silva disse:

    Absurdo colocar essa notícia para dar distorção com a família Bolsonaro. E isso que a imprensa fale news faz p

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.