Kassab diz que Brasil vive “normalidade institucional”

Em Goiânia, ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações reafirmou permanência do PSD na base aliada de Michel Temer

Ministro Gilberto Kassab em cerimônia no Auditório Mauro Borges, em Goiânia | Foto: Larissa Quixabeira

Ao comentar a crise política que assola o governo Michel Temer (PMDB), o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab (PSD), se ateve a dizer que as instituições no Brasil estão em pleno funcionamento.

“O importante é que o Brasil vive uma normalidade institucional. É importante que todos nós brasileiros tenhamos orgulho da nossa democracia. As instituições estão em pleno funcionamento em todos os poderes, Executivo, Legislativo e Judiciário, bem como a imprensa livre”, afirmou em entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira (31/5).

Em meio à incerteza na base aliada de Temer, o ministro e presidente licenciado do PSD nacional disse que o partido permanece na base. “O partido está na base do governo, apoia o governo e procura dar a melhor contribuição possível para ultrapassar as crises que vivemos, em especial, a crise econômica”. Além do ministério de Ciência e Tecnologia, o PSD também ocupa o ministério da Fazenda, com Henrique Meirelles.

Otimista, o ministro destacou que a crise econômica têm sido enfrentada pelo governo Temer e que pretende continuar contribuindo para isso. “A crise econômica está sendo enfrentada e com soluções já apontadas, parte delas, inclusive, já implantadas com êxito. Eu, como brasileiro e não apenas como ministro, estou disposto a dar minha contribuição para que possamos trabalhar por um país mais desenvolvido, que cada vez mais ocupa espaço na prateleira dos grandes países”, disse.

Kassab esteve em Goiânia onde, ao lado do governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), participou de cerimônia de assinatura do termo de migração das rádios AM para FM no estado. O evento no Auditório Mauro Borges do Palácio Pedro Ludovico Teixeira também marcou a assinatura do ato de encerramento do sinal analógico de TV em Goiânia e outras 28 cidades do interior de Goiás.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.